PUBLICIDADE
Topo

Atores alegam agressões em atração de 'Walking Dead' em parque da Universal

Atração baseada em "The Walking Dead" do parque temático da Universal Studios Hollywood  - Reprodução/Instagram
Atração baseada em "The Walking Dead" do parque temático da Universal Studios Hollywood Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

09/04/2020 17h24

Um ator que trabalhou na atração "Walking Dead" da Universal Studios Hollywood alegou ter sido agredido por visitantes, além de outros integrantes da equipe terem membros apalpados, sem que a organização do parque temático fizesse nada para impedir.

De acordo com a Variety, o ator Kurt Logan entrou com uma ação na quarta-feira (8) no Tribunal Superior de Los Angeles. No processo, ele afirma ter denunciado os ataques a seu supervisor e foi orientado a fazer uma pequena pausa e voltar ao trabalho.

A atração baseada na série de TV da AMC foi aberta em 2016 e encerrada no dia 4 de março deste ano, pouco antes de todo o parque ser fechado devido à pandemia do novo coronavírus.

O ator também alega que a Universal Studios incentivou os ataques na divulgação da atração com a frase "se preparassem para lutar pela sobrevivência".

Para a revista, um porta-voz do parque apenas declarou: "Não comentamos litígios pendentes, no entanto, a segurança de nossos funcionários e convidados é sempre a nossa principal prioridade".

A publicação ainda traz relatos de outros atores que foram incluídos no processo aberto por Logan. Em um deles, a atriz Lisa Molenda estava em uma gaiola quando foi uma visitante agarrou seu peito. Na ocasião, ela disse ter reportado o incidente a seu gerente, mas ouviu como resposta que havia coisas que "poderia ter feito para se proteger melhor".

Já Josiah Steele chegou a ser hospitalizado depois que um visitante lhe deu um soco no rosto em julho de 2019, que o derrubou no chão. Há dois anos, ele já havia reclamado sobre a situação e pedido mudanças para proteger os funcionários.

Filmes e séries