PUBLICIDADE
Topo

Pabllo Vittar processa Serasa por insinuar dívida com Anitta

Pabllo Vittar e Anitta em "Sua Cara" - YouTube
Pabllo Vittar e Anitta em "Sua Cara" Imagem: YouTube

Bruno Thadeu

Colaboração para o UOL, em Santos

03/04/2020 13h49

A cantora Pabllo Vittar acionou o Tribunal de Justiça exigindo R$ 120 mil de indenização contra a Serasa. No processo, a cantora acusa a empresa de postar ilustração nas redes sociais insinuando que Pabllo estaria devendo US$ 70 mil (cerca de R$ 372 mil) para Anitta.

Tanto Pabllo Vittar quanto Anitta (leia mais abaixo) negam a existência da dívida.

Os advogados de Pabllo Vittar comunicaram à Justiça que a Serasa se aproveitou de rumores da internet para criar uma narrativa fantasiosa com o intuito de ampliar a visibilidade de um serviço de crédito da empresa.

No dia 6 de agosto de 2019, a empresa de análise de créditos publicou ilustração em sua página no Instagram com a seguinte chamada:
"Devendo 70 mil dólares para uma cantora?".

A imagem é acompanhada do texto: "Usou o cartão da amiga para pedir um jatinho e não conseguiu pagar? A solução está aqui: Serasa Limpa Nome".

Não há a imagem de Pabllo Vittar na ilustração. A publicação mostra o desenho de uma pessoa segurando um microfone em meio a notas de dinheiro.

No Tribunal, o jurídico de Pabllo Vittar afirma que, embora o post não tenha a imagem da cantora, o conteúdo divulgado faz associação com boatos de que Pabllo estaria devendo dinheiro para Anitta.

Nos comentários da publicação do Serasa, muitos internautas ligaram a propaganda à polêmica entre Pabllo e Anitta.

"[Serasa] Está afirmando, de forma indireta e ardilosa, que o autor [Pabllo Vittar] está em dívida com a cantora. Ou seja: reforçando uma história mentirosa, queimando em praça pública o bom nome do autor, que por ser uma 'drag queen' já sofre toda sorte de preconceitos", apresentou o jurídico de Pabllo Vittar ao Tribunal.

"A ré [Serasa] deveria ter mais responsabilidade ao postar em suas redes sociais! Quem lida com crédito não pode fazer esse tipo de 'brincadeira'!", complementou.

Entenda a polêmica

Na época do post do Serasa, circulavam boatos nas redes de que Pabllo não teria arcado com os custos operacionais do clipe "Sua Cara", gravado com Anitta no deserto do Saara, no Marrocos. Pabllo teria exigido um jatinho para transportar profissionais envolvidos no clipe.

Em um áudio atribuído a Anitta no Whatsapp, a funkeira comenta que seria preciso desembolsar US$ 70 mil para as despesas operacionais ao Marrocos e que estaria irritada com Pabllo Vittar.

Na Justiça, Pabllo informou, por intermédio de seus advogados, que arcou integralmente com suas despesas para o clipe.

Anitta e Pabllo se desentenderam após a música. Nas redes sociais, Anitta escreveu que o áudio no Whatsapp foi um "desabafo" sobre a dificuldade para viabilizar o projeto, mas que jamais disse que "alguém devia dinheiro".

Serasa contesta ação de Pabllo Vittar

O jurídico da Serasa rebateu a acusação de Pabllo. A defesa da empresa alegou à Justiça que "a parte Autora não teve seu nome ou imagem vinculados à postagem" e que "não teve qualquer interesse em atingir a honra objetiva ou subjetiva de quaisquer pessoas".

A empresa contestou a versão de que Pabllo Vittar teve sua honra abalada após o post no Instagram. Segundo a defesa, Pabllo teria feito piadas sobre a história dos "US$ 70 mil" em cima do palco para seus fãs.

"De um lado, a parte autora [Pabllo] faz piada e humor com o episódio e, de outro, para beneficiar-se financeiramente, aduz que o post lhe causou enormes dissabores."

A Serasa acrescentou à Justiça que, mesmo contestando Pabllo, pediu desculpas à cantora através de seus representantes e também nos comentários do post.

O UOL tentou contato telefônico, ontem, com os jurídicos de Pabllo e Serasa. A reportagem aguarda posicionamento.

Anitta criticou Serasa: "Ninguém aqui é idiota"

Anitta se irritou com o conteúdo exibido pela Serasa no Instagram. A cantora respondeu nos comentários da publicação. Anitta afirma que chorou muito antes da fama por causa de dívidas dos pais, e diz que o post publicado pela empresa foi extremamente ofensivo.

"Agradeço por lembrarem de mim e do meu trabalho. Mas acho muito triste fazer piada com um assunto que é o pesadelo diário de tantos brasileiros. Por mais que vocês respondam: 'Não citamos seu nome', a carapuça serviu. Ninguém aqui é idiota pra não saber a referência aos boatos envolvendo meu nome e de outra cantora [Pabllo]", escreveu Anitta.

"Por favor, não façam mais isso", finalizou a cantora.

Assim como fez com Pabllo Vittar, a empresa respondeu o comentário de Anitta.

"Pedimos desculpas caso tenhamos causado algum desconforto, em nenhum momento esse foi nosso objetivo."

Entretenimento