PUBLICIDADE
Topo

Rapper French Montana é acusado de assédio sexual

French Montana com o filho durante o 59º Grammy - 	Jordan Strauss/Invision/AP
French Montana com o filho durante o 59º Grammy Imagem: Jordan Strauss/Invision/AP

Do UOL, em São Paulo

27/03/2020 21h19

Uma mulher que não quis se identificar acusou o rapper French Montana de assédio sexual em um processo aberto ontem. O crime teria ocorrido durante uma festa na casa do artista em Hidden Hills, na Califórnia, há dois anos.

De acordo com informações da Variety, a mulher afirma que desmaiou e foi agredida sexualmente enquanto estava incapacitada. Ela acredita que Montana foi um dos agressores e também acusa Mansour Bennouna, parceiro de negócios do rapper, de agredi-la sexualmente.

Segundo informações do processo, eles se conheceram em um estúdio de gravação, em março de 2018, onde Bennouna e Montana estavam trabalhando enquanto bebiam e usavam drogas. Então, Montana teria se interessado por ela e a convidou para sua casa.

Eles chegaram ao local por volta das 6h da manhã e outras mulheres também estariam presentes. Cerca de meia hora depois, ela decidiu que queria sair, mas os dois homens a impediram, a forçaram a tomar um shot de bebida e, em seguida, desmaiou.

Ainda segundo as informações contidas no processo, a moça se lembra de estar em um quarto, enquanto vários homens entravam e saíam. Só recuperou a consciência por volta das 13h30 e percebeu que Bennouna se esfregava nela.

Ela ainda relatou sentir dores na pélvis e foi ao hospital por acreditar ter sido estuprada e o exame confirmou a presença de sêmen. A mulher também foi à polícia. O processo foi aberto no Tribunal Superior de Los Angeles.

Música