PUBLICIDADE
Topo

Música

Ed Sheeran não deixará de pagar funcionários durante surto de coronavírus

Ed Sheeran - Reprodução/Instagram
Ed Sheeran Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL

25/03/2020 12h57

Ed Sheeran não deixará de pagar os funcionários de seu restaurante, que foi fechado por conta do surto de coronavírus. O cantor até mesmo os incentivou a conseguir outros empregos durante esse período.

Por conta de uma ordem governamental no Reino Unido, o Bertie Blossoms, inaugurado em novembro de 2019, foi obrigado a fechar as portas, mas Ed pagará seus trabalhadores normalmente, segundo o The Sun.

De acordo com o veículo britânico, uma fonte próxima ao artista disse: "Ed disse a todos para não se preocuparem e que todos se veriam novamente quando o mundo voltar ao normal. Ele até disse aos funcionários que poderiam procurar outro emprego se quisessem, ou ajudar a nação com trabalho voluntário".

"É ótimo que Ed deixem todos tranquilos. As pessoas dirão 'oh, bem, ele pode pagar', mas muitas vezes as pessoas com mais dinheiro podem ser as menos generosas. Mas esse não é o caso de Ed", completou. O Bertie Blossoms fica em Londres e é bem recente, abriu ano passado como já foi citado, e é bem popular entre as celebridades britânicas.

Na semana passada, diversos estabelecimentos foram fechados na Inglaterra para evitar que o novo coronavírus continue se espalhando pelo país.

Música