PUBLICIDADE
Topo

Covid-19: Netflix cria fundo de US$ 100 milhões para ajudar trabalhadores

Logo da Netflix no escritório da empresa em Los Angeles -
Logo da Netflix no escritório da empresa em Los Angeles

Do UOL, em São Paulo

20/03/2020 16h21

A Netflix anunciou hoje a criação de um fundo de US$ 100 milhões para ajudar trabalhadores da comunidade criativa durante a epidemia de coronavírus. A maior parte do fundo será destinada ao apoio daqueles mais atingidos das produções do streaming em todo o mundo.

"A crise do Covid-19 é devastadora para muitas indústrias, incluindo a comunidade criativa. Quase toda a produção de televisão e filme já parou globalmente - deixando centenas de milhares de pessoas das equipes de produção e elencos sem emprego. Isso inclui eletricistas, carpinteiros e motoristas, muitos dos quais recebem salários por hora e trabalham por projeto", apontou Ted Sarandos, chefão do streaming, em comunicado.

"Essa comunidade apoiou a Netflix nos bons tempos, e queremos ajudá-los nesses momentos difíceis, especialmente enquanto os governos ainda estão entendendo que apoio econômico eles fornecerão. Por isso, criamos um fundo de US$ 100 milhões para ajudar com as dificuldades na comunidade criativa", completou.

Segundo a empresa, o fundo vai apoiar os trabalhadores além das duas semanas de pagamento que a Netflix se comprometeu a fazer às equipe e elencos das produções que foram suspensas na semana passada.

A Netflix ainda vai separar uma quantia deste fundo para distribuir à indústria de produção de filmes e séries como um todo: US$ 15 milhões.

"[O valor] Será destinado a terceiros e entidades sem fins lucrativos, levando um alívio emergencial às equipes de produção e elencos que estão sem trabalhar nos países onde temos uma grande base de produção", disse o comunicado.

Filmes e séries