PUBLICIDADE
Topo

Grammy


Demi Lovato anuncia que cantará no Grammy em 1ª apresentação desde overdose

Demi Lovato anuncia que cantará no Grammy - reprodução/Instagram
Demi Lovato anuncia que cantará no Grammy Imagem: reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

14/01/2020 14h33

Demi Lovato anunciou hoje que cantará no Grammy 2020, no dia 26 de janeiro, em Los Angeles (EUA). Esta será a primeira apresentação da cantora desde a overdose sofrida em 24 de julho de 2018, que teria sido causada por opioides. Desde então, ela estava afastada dos holofotes do mundo da música.

"Eu disse que na próxima vez que vocês ouvissem de mim, eu estaria cantando", escreveu Demi no Instagram. Ela não publicava nada na rede social desde 4 de dezembro, dia em que anunciou que só apareceria novamente quando tivesse novidades.

A cantora não revelou, no entanto, se vai se apresentar com uma música já conhecida ou se há uma canção nova; o que se sabe é que ela vinha trabalhando em estúdio para gravar novas músicas.

A última lançada por ela, ainda antes da overdose, foi "Sober", na qual fez um desabafo sobre a recaída na luta contra a dependência química. De lá para cá, ela diz que permaneceu sóbria em todo este período. A recuperação contou com treinos de jiu-jitsu, arte marcial que pratica há anos.

A reação dos fãs de Demi foi instantânea. Em menos de meia hora, a hashtag "DemiIsComing" ("Demi está vindo", em tradução literal) se tornou um dos três assuntos mais comentados do Twitter no mundo inteiro - no Brasil, o termo está no topo da lista.

O perfil dela no Twitter reapareceu hoje após passar quase um ano desativado. Desta vez, porém, a conta voltou com o nome "Team Demi" ("Time Demi"), dando a entender que sua equipe cuidará da maioria das publicações.

Scooter Braun, empresário de Demi, também é o responsável pela carreira de Ariana Grande, que, assim como Lovato, cantará no Grammy 2020.

Grammy