PUBLICIDADE
Topo

Pop


Ludmilla fala sobre carreira internacional e rebate críticas à Verdinha

Ludmilla - Reprodução/Instagram
Ludmilla Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL

07/01/2020 12h02

Depois de ser surpreendida com Justin Bieber republicando seu vídeo, Ludmilla ainda guardou mais novidades. Nesta manhã, a cantora contou no Instagram que está pronta para investir em sua carreira internacional.

Em uma série de vídeos, Ludmilla explicou por que ainda não tinha dado esse passo: ela estava aperfeiçoando seu inglês e finalizou projetos recorrentes no Brasil, como o Show dos Famosos.

"Agora deixa eu falar um pouco da minha carreira, do que vem em 2020. Eu já conheço uma galera internacional, já recebo convites, já falo com uma galera lá de fora há muito tempo. Porém, nunca tive o intuito de fazer carreira internacional por enquanto, porque eu estava esperando ficar preparada para ir lá para fora", começou.

A barreira do idioma e conciliar diversos trabalhos ao mesmo tempo foram os principais problemas da cantora. "Aprender inglês, estar com a vida estabilizada aqui para depois tentar algo lá fora. Era isso o que tinha em mente de me preparar antes de tentar alguma coisa de carreira internacional".

"Nesse meio tempo, entrou a Dança dos Famosos [na verdade ela se refere ao Show do Famosos] em minha vida, em que tive que imitar vários personagens, fazer várias coisas e conciliar com a minha carreira. E eu não tinha tempo para isso. Então, falei com o meu empresário: 'Acho que aceito o desafio, mas preciso de um tempo para me preparar'. Ele me disse: 'Não tem tempo, não. Vai ser assim, na dor. Você vai ter que fazer os dois: A sua carreira e o Dança dos Famosos'. (...) Eu tive que fazer a Dança dos Famosos e trabalhar ao mesmo tempo. E eu venci a Dança dos Famosos. Então pensei: 'Caraca, cara! Se eu consegui fazer esses dois ao mesmo tempo com êxito, acho que também consigo fazer a minha carreira internacional, criar coisas lá fora e no Brasil também. Foi aí que me permiti", continuou Ludmilla.

Finalizando, ela disse que o momento de internacionalizar a carreira chegou. "A novidade é que 2020 vem muita coisa legal, muita coisa boa. Muita coisa que estava guardada para sair. 2020 vai ser um grande ano, gente. Aguardem", concluiu.

"Galera, aceitem, o mundo evoluiu e não tem mais espaço pro preconceito de terceiros, beijos. Será que é por que é o único funk da playlist? E o funk veio da favela?", disse ela. "Só Verdinha é um problema para a sociedade, né? Agora, fica a critério de vocês", questionou Lud ao mostrar que Roberto Carlos, O Rappa e Pepeu Gomes já discutiam o tema há muito tempo.

Em seguida, a cantora aparece dançando O Mal É o Que Sai da Boca do Homem, do Pepeu Gomez, É Proibido Fumar, do rei Roberto Carlos e A Feira, do Rappa.

Pop