PUBLICIDADE
Topo

Andreia Ribeiro apostava em carreira solo e lançou música há poucos dias

A cantora Andreia Ribeiro - Reprodução/Instagram
A cantora Andreia Ribeiro Imagem: Reprodução/Instagram

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

30/12/2019 12h50

A cantora Andreia Ribeiro, que morreu ontem após sofrer um mal súbito, aos 34 anos, estava no começo de sua carreira solo. Ela foi a vocalista da banda Toda Boa, com a qual fez diversas turnês pelo Brasil. Atualmente, o grupo é liderado pelos cantores Rico Mell e Fernanda Vasconcelos.

No começo de março, a cantora anunciou em suas redes sociais que estava deixando o grupo e partiria para uma carreira solo.

"Agradeço a oportunidade ao dono e aos envolvidos da banda, sei que parece um tanto inusitado, mas saio de coração tranquilo [sabendo] que tentei fazer o meu melhor. Aprendi muito nesse período, sou grata por cada palco que pude mostrar meu trabalho, pelo carinho das pessoas em cada show. Agradeço muito a cada patrocinador, aos contratantes pela força que me deram. Deus abençoe a todos. Meu nordeste querido. Sem palavras por tudo que vivi", declarou ela.

Desde então, Andreia Ribeiro fez shows sozinha e participou de programas de TV, como o Balanço Geral. Ela, inclusive, lançou uma música chamada Hoje Vai ter Piseiro na semana passada, poucos dias antes de morrer e fez o anúncio no seu Instagram para seus 16 mil seguidores.

"A galera já está dançando nossa música", comemorou ela em seu Instagram, ao compartilhar um vídeo do dançarino Jefferson Rocha curtindo sua música.

Em seu último post nas redes sociais, ela publicou uma selfie e escreveu um recado para o público que estaria no show poucas horas depois. "Que ninguém tenha o poder de tirar seu sorriso", escreveu.

Mal súbito

Andreia Ribeiro morreu depois de sofrer três paradas cardiorrespiratórias no Hospital de Urgências de Teresina (HUT). Ela deu entrada na unidade por volta de 6h de ontem depois de ter um mal súbito durante a madrugada em um show na cidade de José de Freitas, a 48 quilômetros da capital piauiense, informou o marido e empresário da artista, Laércio Cardoso.

O mal súbito ocorreu ao fim da apresentação da cantora. Ela se despedia do público e desmaiou depois de registrar o momento com uma foto. Ao cair, a cantora bateu a cabeça e vomitou. A artista chegou a ser levada ao hospital municipal de José de Freitas, porém, o quadro crítico de saúde forçou a transferência para Teresina.

Ela, que é natural de São Paulo, deixa o marido, o produtor e músico Laércio Cardoso, produtor e músico de sua banda, e dois filhos, de 16 e 18 anos.