PUBLICIDADE
Topo

Música

Sonhador, dançarino de Anitta morto tinha clipe com cantora como "presente"

Rodrigo Motta com Anitta na gravação do clipe da música Vai Malandra no Vidigal - Reprodução
Rodrigo Motta com Anitta na gravação do clipe da música Vai Malandra no Vidigal Imagem: Reprodução

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

10/12/2019 16h10

Resumo da notícia

  • Rodrigo Motta, dançarino de Vai Malandra, morreu aos 29 anos.
  • Segundo um amigo, ele teria sido espancado e recebido tiros nas duas pernas.
  • O dançarino tinha como orgulho o clipe que gravou ao lado da artista.
  • Em suas redes, Anitta deixou uma mensagem lamentando a morte do dançarino.

Dançarino, modelo e bartender, Rodrigo Motta, 29 anos, ficou conhecido após gravar o clipe Vai Malandra com Anitta no Vidigal. Morador da comunidade, ele tinha orgulho de ter participado da gravação do clipe e, em abril, postou uma foto com a cantora para relembrar o momento.

"Gente o meu #tbt de hoje eu dedico a essa pessoa maravilhosa que é @anitta Que me deu esse maravilhoso presente, e sem esquecer dos meus fãs queridos", disse.

Anitta se manifestou hoje na rede social e lamentou a morte do dançarino. "Meus sentimentos à família e amigos do Rodrigo Motta que participou do meu clipe de Vai Malandra. Recebi essa notícia pela internet e fiquei estarrecida. Matar ou morrer virou algo banal no Rio de Janeiro. Isso tem que acabar", escreveu ela

Motta foi executado ontem após uma discussão e o motivo do crime ainda não está claro. Procurada pelo UOL, a assessoria da polícia civil não respondeu até o momento detalhes da ocorrência.

"Ele levou tiro em cada perna, além de terem agredido ele. Me falaram que ele discutiu com um dono de bar numa comunidade, aí os bandidos fizeram isso", disse um amigo de Rodrigo.

Rodrigo e o irmão Márcio Motta - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Rodrigo e o irmão Márcio Motta
Imagem: Reprodução/Instagram

Márcio Motta, irmão do dançarino, descreveu seu irmão ao UOL. "Era um cara do bem, mais do que eu, todas as pessoas podem falar isso. Era super alegre, de bem com a vida, uma excelente pessoa. Ótimo bartender, sempre com muitos sonhos", disse.

Segundo o irmão de Rodrigo, seu maior sonho era conhecer a França. Era justamente o idioma do país europeu que o dançarino estudava.

O modelo era muito ligado à família. Em julho, postou uma foto com a mãe e os irmãos e comentou: "Obrigado minha família linda que tanto amo... Não sei nem o que falar. Valeu mesmo de coração, vocês são foda..."

Irmã de Rodrigo, a modelo Bárbara Macieira comentou que a família não se sente confortável em dizer detalhes nesse momento e escreveu uma homenagem para ele no Instagram: "Você não merecia o que fizeram com você. Vai na paz meu irmão".

Rodrigo Motta trabalhava como bartender, modelo e dançarino - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Rodrigo Motta trabalhava como bartender, modelo e dançarino
Imagem: Reprodução/Instagram

Na rede social do dançarino, vários amigos deixaram mensagem de despedida. "Vai com Deus, amigo. Sem acreditar ainda", escreveu um deles.

Flamenguista, Rodrigo adorava frequentar as praias cariocas e jogar altinha com os amigos. No Instagram, ele postava muitas fotos da bela vista do alto do Vidigal da praia de São Conrado, na zona sul do Rio.

Motta trabalhou durante muitos anos como bartender do Bar da Laje, localizado no alto do Vidigal. "Nós do Bar da Laje recebemos esta notícia ontem com muita tristeza.

O Rodrigo, embora não fizesse parte de nossa equipe há mais de um ano, era muito querido por todos aqui e na comunidade", disse o responsável pelo bar.

No Instagram, ele publicou algumas fotos com famosos que visitaram o Vidigal: Matthew McConaughey, Vincent Cassel, José Loreto e Jojo Todynho foram alguns deles.

O sepultamento de Rodrigo da Motta será amanhã às 13h no Cemiterio são João Batista, em Botafogo. O velório acontece na Capela 2 às 10h.

Adorei essa foto

Uma publicação compartilhada por (@rodrigomotta021) em

Música