PUBLICIDADE
Topo

Museu é criticado por expor carro em que XXXTentacion foi baleado e morreu

Jack McCain
Imagem: Jack McCain

Do UOL, em São Paulo

09/12/2019 18h14

Aproveitando o lançamento do álbum póstumo Bad Vibes Forever, a mansão do rapper XXXTentacion abriu uma exposição com alguns objetos que pertenceram ao artista, que foi assassinado em 2018.

No entanto, a apresentação desses está gerando polêmica entre os fãs. Isso porque, entre eles, o carro em que o rapper foi baleado é um dos itens, decisão considerada como "desrespeitosa" a memória do cantor.

XXXTentacion foi morto a tiros em seu BMW i8 preto em 18 de junho de 2018 em Deerfield Beach, Flórida, EUA.

"Ei, sério? Eles estão exibindo o carro que o XXXTentacion morreu para quê? O homem foi morto a tiros dentro dessa merda. Não importa se esse era o 'carro dos sonhos'", opinou um fã.

"O carro em que XXXTentacion foi baleado está sendo exibido em um museu sobre sua vida. Isso me parece errado e moralmente ambíguo. Eu me pergunto sobre como os familiares se sentem com isso", escreveu outro.

Morte de XXXTentacion

O rapper norte-americano, de 20 anos, foi baleado e morto enquanto comprava uma moto na cidade de Deerfield Beach, na Flórida, distante cerca de 70 km de Miami.

De acordo com um comunicado oficial da polícia divulgado após a confirmação da morte, XXXTentacion estava deixando a concessionária quando foi abordado por dois homens armados. Um dos suspeitos atirou diversas vezes, acertando o músico, que foi levado para o hospital, mas não resistiu.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi escrito na primeira versão do texto, XXXTentacion não morreu em um acidente de carro, e sim foi assassinado. O erro foi corrigido.

Rap gringo