PUBLICIDADE
Topo

Cantora estava alcoolizada em acidente que a matou e vitimou adolescente

Cantora Kylie Rae Harris morre aos 30 anos nos EUA - reprodução/Instagram
Cantora Kylie Rae Harris morre aos 30 anos nos EUA Imagem: reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

06/12/2019 19h23

A investigação comandada pelo xerife do Condado de Taos, no Novo México (Estados Unidos), confirmou que a cantora Kylie Rae Harris estava alcoolizada e dirigia em alta velocidade em acidente que a matou e vitimou uma adolescente.

De acordo o xerife Jerry Hogrefe, os dados coletados de um computador de bordo recuperado do carro de Harris mostraram que ela estava dirigindo a 164 km/h quando atingiu o primeiro veículo. Na sequência, Harris estava a 152km/h quando atingiu um segundo carro, onde estava Maria Elena Cruz, de 16 anos. A jovem também morreu no acidente ocorrido em setembro deste ano.

Hogrefe ainda disse que os relatórios de toxicologia mostram que Harris tinha um teor de álcool no sangue de 0,28 miligramas de álcool por litro de ar no momento do acidente - mais de três vezes o limite legal. Uma autópsia de Maria Elena mostrou que ela não tinha álcool em seu corpo.

Pouco antes do acidente, Kylie publicou no Instagram uma série de stories, que foram gravados dentro do carro parado. Nestes vídeos, Kylie contou sobre os familiares que costumavam viver no Novo México e já faleceram.

A cantora chorou ao falar da saudade que sentia do pai e riu ao se lembrar do dia em que ele bateu o carro em uma vaca na estrada. Ela teve esta lembrança da infância após ver os animais andando na mesma rodovia. "Nós sentimos o luto de formas diferentes", afirmou ela, que disse que já estava dirigindo havia mais de 12 horas.

Em 2019, Kylie lançou a música "20 Years From Now", na qual pedia a Deus para "estar viva daqui a 20 anos". Em entrevista à "Billboard" em março, ela contou que escreveu a letra por medo de não poder ver o crescimento da filha, Corbie, de seis anos.