PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento


Para ator Hugh Grant, conservadores britânicos são maus e devem ser parados

O ator britânico Hugh Grant - Tommaso Boddi/Getty Images
O ator britânico Hugh Grant Imagem: Tommaso Boddi/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

04/12/2019 12h06

Em campanha a favor de partidos de oposição no Reino Unido, o ator britânico Hugh Grant chamou os conservadores de "pessoas más" que "devem ser impedidas", segundo informações do site LBC.

Grant estaria "tentando ajudar" os candidatos parlamentares que se colocam contrários ao Partido Conservador nas próximas eleições, neste mês.

"Estou lá fora, tentando ajudar alguns candidatos parlamentares que eu acho que são realmente boas pessoas, pessoas de princípios, que podem derrubar um conservador", disse ele.

"Porque, se temos uma maioria conservadora, conseguiremos um No Deal Brexit catastrófico, apesar do que eles dizem".

Ele continuou: "Se os conservadores entrarem, é o começo do Brexit, de talvez dez, vinte anos de negociações com a União Europeia sobre um novo acordo comercial, e isso pode nunca acontecer".

"Ao ponto de não haver remédios em nossos armários, comida em nossas lojas, centenas de milhares de empregos perdidos, uma catástrofe", criticou.

"Essas são pessoas más, e elas precisam ser paradas".

Os comentários foram feitos enquanto o artista falava sobre seu próximo filme, The Gentlemen, para 2020.

Ele disse a repórteres que os conservadores "expurgaram parlamentares moderados, decentes, razoáveis" e que o partido foi deixado com "um grupo realmente aterrorizante de nacionalistas de extrema-direita que acabarão com o Reino Unido".

Entretenimento