PUBLICIDADE
Topo

Comédia

Tudo o que você precisa saber sobre filmes e séries de comédia


Saturday Night Live faz paródia do processo de impeachment de Trump

Os humoristas Alec Baldwin e Will Ferrell em esquete no programa "Saturday Night Live" - Reprodução/NBC
Os humoristas Alec Baldwin e Will Ferrell em esquete no programa "Saturday Night Live" Imagem: Reprodução/NBC

Do UOL, em São Paulo

24/11/2019 14h52

Os humoristas Alec Baldwin e Will Ferrell fizeram uma paródia dos depoimentos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e do embaixador Gordon Sondland no "Saturday Night Live" (SNL) de ontem.

A esquete mirou o processo de impeachment de Trump. Sondland, embaixador dos EUA na União Europeia, prestou depoimento na quarta-feira afirmando ter pressionado a Ucrânia — por ordem do presidente — para realizar investigações contra o democrata Joe Biden e seu filho Hunter. A oitiva é tida como uma das mais comprometedoras contra o republicano.

Baldwin, acostumado a parodiar Trump, fez o papel do presidente. Já Ferrell atuou como Sondland.

"Anotei coisas sobre esse depoimento que comprovam minha inocência e usou a maior e mais rápida caneta preta de marca-texto que consegui encontrar", disse o Trump de Baldwin em referência a anotações feitas pelo presidente ao longo das oitivas.

"Adoro marca-texto preta, aliás. Sei que a maioria das pessoas usa canetas finas, mas elas têm cheiro de alcaçuz", zombou o ator.

Ao ler as anotações, Baldwin diz ter escrito sobre alguns dos telefonemas que ele — Trump — e Sondland tiveram.

"Somos eu e o embaixador Sondland conversando. Ele me pergunta: 'o que você quer?' E eu respondo, 'duas tortas grandes, com fatias extras de queijo e molho adicional", continua. "Não, espere, espere, espere. Essa é uma ligação diferente".

Comédia