Topo

Star Wars


Como o Bebê Yoda pode aparecer em Star Wars - A Ascensão Skywalker

Arte conceitual do Bebê Yoda, revelada por Jon Favreau - Reprodução
Arte conceitual do Bebê Yoda, revelada por Jon Favreau Imagem: Reprodução

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

23/11/2019 04h00

ATENÇÃO: Spoilers este texto contém. Se nada de The Mandalorian quiser saber, prosseguir a leitura você não deve.

O Bebê Yoda se tornou a última sensação da internet ao ser introduzido em The Mandalorian, a série do universo Star Wars que está sendo exibida pelo Disney+. Mas ele é mais do que apenas uma criatura (muito) fofa, e pode até estar presente em Star Wars - A Ascensão Skywalker, o filme que estreia em dezembro para pôr fim à saga iniciada por George Lucas em 1977.

A este ponto, tudo não passa de especulação, até porque a temporada de The Mandalorian não chegou nem na metade - só foram exibidos três de oito episódios, sendo que o último será exibido uma semana após o novo longa chegar aos cinemas. Mas há alguns indícios de que o pequeno Yoda possa aparecer nas telonas.

Vamos a eles:

A época em que o filme está situado

The Mandalorian se passa cinco anos após os eventos de O Retorno de Jedi, de acordo com o criador e diretor da série, Jon Favreau. Como O Despertar da Força, o primeiro da nova trilogia, está situado 30 anos depois do filme, é possível deduzir que o Bebê Yoda teria entre 75 e 80 anos durante a Ascensão Skywalker. Ele estaria, provavelmente, um pouco mais apto a usar a Força, ainda que não maduro como o Yoda original, que tinha 900 anos em O Retorno de Jedi.

A Força

O episódio 2 de The Mandalorian deixou bem claro que a criaturinha verde - que ainda não tem nome e nem gênero conhecidos - pode usar a Força. Esse seria, com certeza, um diferencial e tanto na batalha definitiva da Resistência contra a Primeira Ordem. Tendo em vista que o Imperador Palpatine está de volta, o Bebê Yoda seria capaz de equilibrar o jogo.

O fator fofura que se conecta a Retorno de Jedi

Já sabemos que a nova trilogia guarda fortes paralelos estruturais com a trilogia original. Em Retorno de Jedi, Leia, Han Solo e companhia encontraram aliados importantes nos Ewoks, aqueles seres que se assemelham a ursos de pelúcia - e se mostraram muito importantes na hora de derrubar o Império. O bebê Yoda, que provavelmente ainda teria uma aparência infantil, cumpriria essa cota de fofura em A Ascensão Skywalker, fechando um ciclo para a saga.

Clone?

Há, também a possibilidade de que o Bebê Yoda seja decisivo para o filme indiretamente. Ele poderia ser usado na criação do clone de Palpatine, o que explicaria o retorno do antigo imperador. Essa teoria ganha mais força ainda quando consideramos que o personagem que aparece ao lado do homem que contratou os serviços do mandaloriano para encontrar a criatura tem um símbolo que o liga ao universo da clonagem.

E você, acha que o Bebê Yoda será visto nos cinemas?

Star Wars