PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Além da TV, Gugu Liberato emplacou sucessos no cinema e boy bands

Gugu Liberato no Canta Comigo - Reprodução/Record TV
Gugu Liberato no Canta Comigo Imagem: Reprodução/Record TV

Do UOL, em São Paulo

22/11/2019 21h22

Resumo da notícia

  • Gugu Liberato morreu após sofrer um acidente doméstico, nos Estados Unidos
  • O apresentador caiu de uma altura de quatro metros ao tentar arrumar o ar condicionado de sua casa, em Orlando
  • Além da TV, Gugu teve carreira de sucesso na música e no cinema

O apresentador Gugu Liberato morreu hoje, aos 60 anos, após sofrer um acidente doméstico nos Estados Unidos. Além de ter uma das maiores carreiras de sucesso na TV brasileira, também atuou em diversos ramos do entretenimento, tanto na música quanto no cinema. De acordo com nota oficial divulgada por sua assessoria de imprensa, ele teve uma queda acidental de uma altura de cerca de quatro metros quando fazia um reparo no ar condicionado instalado no sótão de sua casa, em Orlando.

Menudo no Brasil e boy bands brasileiras

A proximidade com o meio artístico também o fez se envolver com a música como empresário. Na década de 80, ajudou a impulsionar o sucesso do grupo Menudo, de Porto Rico, no Brasil. "Começou a fazer muito sucesso na América Latina. Nós sentíamos um cheio de fenômeno que podíamos trazer para o Brasil. Mas não era prioridade para eles. Graças a nosso esforço e da gravadora conseguimos repetir aquele fenômeno no Brasil", explicou em uma entrevista recente dada para a TV Record.

Ainda como comandante do Viva a Noite, conseguiu novamente repetir o sucesso causado pelo grupo porto-riquenho, mas agora com criações brasileiras de sua produtora, a Promoart: Dominó e Polegar. A primeira formação, de 1984, tinha Afonso Nigro, Nill, Marcos Quintela e Marcelo Rodrigues. Por causa de sucessos como Manequim e Ela Não Gosta de Mim, chegaram a vender 6 milhões de discos no Brasil.

O sucesso seguinte, também criado pela produtora de Gugu, foi o Polegar, formada em 1988, com Alan Frank, Alex Gill, Ricardo Costa, Rafael Ilha e Marcelo Souza. Canções como Dá Pra Mim e Ando Falando Sozinha viraram hits, principalmente ao serem impulsionadas por aparições no programa de Gugu.

Em todos seus programas, sempre teve amplo espaço para a música, recebendo atrações nacionais e internacionais. Muitos artistas internacionais, como Ricky Martin e Shakira, foram diversas vezes seus convidados. Ainda comandou o programa Sabadão Sertanejo, que foi palco das principais duplas do gênero durante o auge do estilo nos anos 90.

Além de atuar como empresário e apresentador, Gugu também teve carreira como cantor. Entre 1983 e 2002, tem treze álbuns lançados. O último foi Gugu Para Crianças, de 2002. Algumas canções se tornaram icônicas, como o clássico Pintinho Amarelinho.

Gugu ao lado de Didi, Zacarias e Dedé nos bastidores do filme Os Fantasmas Trapalhões (1987) - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Gugu ao lado de Didi, Zacarias e Dedé nos bastidores do filme Os Fantasmas Trapalhões (1987)
Imagem: Reprodução/Instagram

Filmes de sucesso

Gugu estreou nas telonas com Padre Pedro e a Revolta das Crianças (1984). Ele fez uma pequena participação como um padre, Sebastião, no filme dirigido por Francisco Cavalcanti e protagonizado por Pedro de Lara, que dava vida a um padre que enfrentava um grupo de bandidos liderados por Rodrigo Napu (José Mojica Martins).

Em seguida, ele participou de cinco filmes dos Trapalhões: Os Fantasmas Trapalhões (1987), em que viveu o delegado Augusto; O Casamento dos Trapalhões (1988); Os Trapalhões na Terra dos Monstros (1989); Uma Escola Atrapalhada (1990); e O Noviço Rebelde (1997) — todos com mais de um milhão de espectadores.

Sua última aparição no cinema aconteceu em 2001, quando ele contracenou ao lado de Xuxa em Xuxa e os Duendes. No filme, ele vivia Rico, um empresário que só pensava em destruir a natureza, influenciado por Gorgon (Guilherme Karan), o Duende da Inveja. A produção levou mais de dois milhões aos cinemas.

Gugu Liberato morre aos 60 anos; relembre a trajetória do apresentador

UOL Entretenimento

Entretenimento