Topo

Filmes e séries


Lula presta homenagem para Fábio Barreto: "Agradeço seu carinho"

Da es. para dir., Paula Barreto,  Fábio Barreto, Lucy e Luiz Carlos Barreto na pré-estreia de "Lula, o Filho do Brasil", no Rio de Janeiro (8/12/09) - AgNews
Da es. para dir., Paula Barreto, Fábio Barreto, Lucy e Luiz Carlos Barreto na pré-estreia de "Lula, o Filho do Brasil", no Rio de Janeiro (8/12/09) Imagem: AgNews

Do UOL, em São Paulo

21/11/2019 12h29

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva usou seu perfil no Twitter para lamentar a morte do cineasta Fábio Barreto, que foi diretor do longa "Lula, o filho do Brasil".

"Fábio Barreto foi um grande cineasta de uma família com uma contribuição imensa para a cultura nacional. Pelo cinema contou histórias do nosso Brasil e ajudou estrangeiros e nós mesmos a sabermos mais sobre nosso país. Depois de décadas, conseguiu o feito raro de disputar um Oscar de melhor filme estrangeiro com "O Quatrilho". Agradeço sua dedicação e o carinho com que tratou a mim, minha mãe, Marisa e o movimento sindical no filme que fez sobre minha juventude", escreveu Lula, que acrescentou:

"Depois de anos de um trágico acidente, Fábio descansou. Meu carinho, minha solidariedade e abraço fraterno para seu pai, Luiz Carlos Barreto, sua mãe, Lucy, seus familiares, amigos e admiradores."

O cineasta estava em coma desde 2009, quando sofreu um grave acidente de carro. Fábio estava internado no Hospital Samaritano, na zona sul do Rio de Janeiro. Barreto deixa quatro filhos, Julia, João, Lucas e Mariana, além do pai, Luiz Carlos Barreto, e da mãe, Lucy Barreto.

Ao todo, o cineasta dirigiu 13 filmes. Um deles, O Quatrilho (1995), que conta a história de dois casais de imigrantes italianos que dividem a mesma casa em uma comunidade no Rio Grande do Sul, chegou a ser indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

O último filme dirigido por Barreto foi justamente Lula, o Filho do Brasil (2009). O longa, baseado no livro homônimo de Denise Paraná, reconta a infância do ex-presidente, sua relação com a mãe e o passado como sindicalista.

Filmes e séries