Topo

Música


Amiga de Whitney Houston revela que teve relação amorosa com a cantora

Whitney Houston canta durante o WMA de 2004 - Pascal Le Segretain/Getty Images
Whitney Houston canta durante o WMA de 2004 Imagem: Pascal Le Segretain/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

06/11/2019 12h20

Sete anos após a morte de Whitney Houston, uma das pessoas mais próximas à cantora resolveu fazer uma revelação sobre a vida pessoal da celebridade do mundo da música.

Em reportagem publicada pela revista People, Robyn Crawford revelou que manteve uma relação amorosa com a cantora durante a década de 80. Até hoje, Robyn era apontada como melhor amiga e confidente da cantora.

"Cheguei em um ponto em que senti a necessidade de me posicionar pela nossa amizade. Eu senti a urgência de me levantar e compartilhar com todos a mulher que existia por trás daquele talento incrível", explicou Robyn.

A relação de amizade entre Robyn e Whitney começou no início da década de 80, quando elas se conheceram em New Jersey. E elas permaneceram unidas durante os mais de 20 anos de carreira da cantora, só que não como um casal. Robyn diz que Whitney preferiu encerrar o relacionamento após assinar com sua primeira gravadora.

"Ela disse que nós não deveríamos mais nos envolver fisicamente porque isso iria tornar a nossa jornada ainda mais difícil", explicou Robyn, acrescentando:

"Ela disse que, se as pessoas descobrissem sobre nós, elas usariam isso contra a gente. E lá nos anos 80, era assim que a gente se sentia. Então, mantive isso em segredo. Encontrei conforto no meu silêncio."

Ainda segundo o relato de Robyn, a família de Whitney, especialmente sua mãe, a cantora gospel Cissy Houston, também era um empecilho para que elas assumissem a relação amorosa.

"Whitney me contou que a mãe dela disse que não era natural duas mulheres serem tão próximas. Mas nós éramos realmente próximas. Nós nunca conversamos sobre rótulos como sermos lésbicas. Nós apenas vivemos nossas vidas e eu esperava que tivesse sido daquele jeito para sempre", declarou Robyn, que afirmou:

"Whitney sabia que eu a amava e eu sabia que ela me amava. Nós realmente significávamos tudo uma para a outra. Nós juramos estarmos lá uma para a outra."
Por fim, Robyn ressalta que seu livro servirá para mostrar como Whitney realmente era por trás de toda a fama que obteve como cantora.

"Eu queria elevar o legado dela, respeitá-la e compartilhar a história de quem ela era antes da fama e, nisso, ressaltar nossa amizade", concluiu.

Música