PUBLICIDADE
Topo

Por que mesmo sem novidade show do Foo Fighters é infalível no Brasil

Dave Grohl, vocalista do Foo Fighters, é carismático e leva o apelido de "cara mais legal do rock" - Lucas Lima/UOL
Dave Grohl, vocalista do Foo Fighters, é carismático e leva o apelido de "cara mais legal do rock" Imagem: Lucas Lima/UOL

Do UOL, em São Paulo

28/09/2019 04h00

Qual é o segredo de um show bem-sucedido no Brasil? Essa é daquelas perguntas que suscitam várias respostas diferentes, dependendo da época, das modas e do público em questão. Mas o fato é que existem bandas que parecem saber a fórmula mágica para entregar apresentações poderosas por aqui. E uma delas é o Foo Fighters.

O grupo norte-americano, que invariavelmente arrasta multidões por onde passa, será a principal atração deste sábado, no segundo dia do Rock in Rio 2019. Não é exagero prever mais um capítulo feliz da duradoura história da banda no Brasil, que começou no próprio festival, em 2001, e teve outras três memoráveis passagens.

Amamos os anos 1990

Nós, brasileiros, especialmente quem já passou dos 30, amamos os anos 1990. E foi nessa década que o Foo Fighters se formou das cinzas do Nirvana e brilhou com bons álbuns, como The Colour and the Shape e There Is Nothing Left to Lose. A relação se estabeleceu aí e foi refinada ao longo dos anos, em turnês nem tão frequentes como a de outras bandas. Não por acaso, o grupo toca no Rock in Rio em um dia marcado por diversas atrações que fizeram sucesso ou nasceram na década de 1990.

Dave Grohl toca guitarra durante show do Foo Fighters no Allianz Parque, em São Paulo - Lucas Lima/UOL - Lucas Lima/UOL
Imagem: Lucas Lima/UOL

Show energético

Pode ser justo reclamar da falta de boas novidades e/ou de grandes novos hinos no setlist do Foo Fighters, mas temos de ressaltar a forma como a banda conduz seu espetáculo, sempre pautado pela energia e interação com a plateia. E os brasileiros costumam valorizar muito esse tipo de troca. Há fãs que dizem que a apresentação do Foo Fighters, mesmo com peso e realizada em grandes estádios, tem jeito de show intimista.

23.jan.2015 - Foo Fighters apresenta em São Paulo a turnê "Sonic Highways" - Junior Lago/UOL - Junior Lago/UOL
Imagem: Junior Lago/UOL

Dave é carisma!

Há décadas, o vocalista Dave Grohl leva o apelido de "cara mais legal do rock", seja pelo bom humor ou pelo carinho demonstrado com fãs. Exemplos: ele já encarou uma turnê mesmo com o pé quebrado, tocando sentado em um trono; já interrompeu música para separar briga; já chamou vários fãs para o palco, inclusive crianças, um garoto cego e jovens que queriam se casar, e já presenteou um fã mirim do Metallica com sua guitarra. Grohl é showman.

Dave Grohl durante show do Foo Fighters no Allianz Parque, em São Paulo - Lucas Lima/UOL - Lucas Lima/UOL
Dave Grohl durante show do Foo Fighters no Allianz Parque, em São Paulo
Imagem: Lucas Lima/UOL

Surpresas

Elas são uma constante nas apresentações do Foo Fighters. Além de Dave chamar fãs para tocar ou, simplesmente, para curtir o palco, o que já rendeu momentos impagáveis de espontaneidade, o repertório da banda inclui covers de rock e pop. São músicas instrumentais, executadas com os integrantes trocando de função, ou simplesmente cantadas pela plateia. Em festivais, convidados podem aparecer. E é fato: nós adoramos um karaokê de clássicos.

O baterista Taylor Hawkins se empolga durante show do Foo Fighters no Allianz Parque, em São Paulo - Lucas Lima/UOL - Lucas Lima/UOL
O baterista Taylor Hawkins se empolga durante show do Foo Fighters em São Paulo
Imagem: Lucas Lima/UOL

Nada de economizar hits

Vamos combinar: ainda que uma banda capriche no carisma e performance, como é o caso do Foo Fighters, tudo pode ir para o espaço se o repertório deixar os sucessos de lado. Ainda que executem faixas mais recentes, Dave Grohl e companhia privilegiam hits e música com refrãos ganchudos, feitos para todos cantar juntos. É um trunfo certeiro! Monkey Wrench, Everlong, My Hero, Learn to Fly, All My Life, Best of You e The Pretender garantem o frenesi.

O guitarrista Pat Smear durante show do Foo Fighters no Allianz Parque, em São Paulo - Lucas Lima/UOL - Lucas Lima/UOL
O guitarrista Pat Smear durante show do Foo Fighters em São Paulo
Imagem: Lucas Lima/UOL

O Rock in Rio 2019 acontece nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 3, 4, 5 e 6 de outubro, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. São 14 horas de shows por dia, com nove palcos e espaços, além da programação nas arenas. Neste segundo dia do festival, as atrações no palco Mundo são Foo Fighters, Weezer, Tenacious D e CPM 22 + Raimundos. No palco Sunset, Whitesnake, Titãs, Detonautas e Ego Kill Talent agitam a galera.

Rock in Rio