PUBLICIDADE
Topo

Filmes e séries


Scorsese enaltece Netflix em meio a guerra com Hollywood: "Momento extraordinário"

Zou Zheng/Xinhua
Imagem: Zou Zheng/Xinhua

Do UOL, em São Paulo

27/09/2019 16h05

O Irlandês, de Martin Scorsese, teve sua estreia no New York Film Festival hoje (27). Após a exibição, o diretor e parte do elenco, como Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci, se juntaram para uma coletiva de imprensa no local.

A trama é uma adaptação do livro homônimo, escrito por Charles Brandt e adaptado para as telonas por Steve Zaillian. A produção marca uma nova fase das produções cinematográficas pela parceria com a Netflix, que há tempos vem batendo de frente com os grandes estúdios de Hollywood.

"Foi um processo caro. Ted Sarandos [diretor de conteúdo da plataforma de streaming] e todos da Netflix disseram que concordavam, financiaram o filme e foram sintonizados de forma criativa conosco. Era um híbrido interessante, eu acho que, de certa forma, é importante equilibrar o que é um filme visto em casa, em um teatro ou em ambos. Estamos em um momento extraordinário de mudança. Sentimos que a imagem tinha que ser feita realmente para nós mesmos", opinou Scorsese.

O Irlandês será lançado em alguns cinemas em 1º de novembro, antes de ser transmitido pela Netflix a partir de 27 de novembro.

Filmes e séries