Topo

Música


Paul McCartney discorda de Ringo Starr sobre Brexit: "Está uma bagunça"

Ringo Starr e Paul McCartney em setembro de 2016 - Ben Stansall/AFP
Ringo Starr e Paul McCartney em setembro de 2016 Imagem: Ben Stansall/AFP

Do UOL, em São Paulo

20/09/2019 17h21

Paul McCartney discorda da saída do Reino Unido da União Europeia. Em entrevista à BBC, o ex-Beatle acredita que o referendo do Brexit é "provavelmente um erro". Para ele, não há "alguém que sabe o que fazer com" a retirada britânica do bloco continental.

"Acho que está uma bagunça", disse ele, "e ficarei feliz quando acabar", desabafou. McCartney esclareceu não ter participado da votação do Brexit, em 2016, onde 51,9% dos eleitores apoiaram a saída do Reino Unido.

"Eu voto em alguém em que acredito, e muitas vezes não há ninguém em quem acredito", opinou o músico de 77 anos. O ex-Beatle discorda de pessoas de sua geração que veem no Brexit um retorno aos "velhos tempos".

"Acho que vamos conseguir, sempre conseguimos. Tenho idade suficiente para lembrar o lixo nas ruas e as pessoas que não foram enterradas porque os coveiros estavam em greve. Foi um período bastante difícil, e passamos por isso. Então acho que vamos passar por isso", afirmou.

A opinião de Paul McCartney contrasta com a do colega de Beatles, Ringo Starr. Em 2017, o baterista chamou o Brexit de "uma ótima escolha" e acrescentou que teria votado a favor por acreditar ser melhor estar "no controle de seu próprio país".