Topo

Música


Após acordo com a polícia, Tekashi 69 afirma que Cardi B faz parte de gangue criminosa

Kevin Winter/Getty Images for The Recording Academy
Imagem: Kevin Winter/Getty Images for The Recording Academy

Do UOL, em São Paulo

19/09/2019 20h36

O rapper Tekashi 6ix9ine testemunhou ontem (18), após fazer um acordo de cooperação com a polícia, que os rappers Jim Jones e Cardi B fazem parte da Nine Trey Bloods, gangue investigada pelas autoridades de lá.

Sob interrogatório, Tekashi confirmou que a rapper é um membro do Bloods, embora negue ter copiado seu plano para alçar fama incluindo membros da gangue em seus videoclipes.

"Eu sabia quem ela era, mas não prestei atenção", alegou.

Em entrevista à revista GQ, em 2018, Cardi B assumiu fazer parte da gangue. Segundo a estrela, ela começou a sair com o grupo quando tinha 16 anos.

"Eu costumava sair com meus amigos. E eles diziam: 'Ei, você realmente entende "Você deveria voltar para casa. Você deveria ser um Blood' E eu fiz. Sim, eu fiz isso.. É quase como uma fraternidade, uma irmandade", disse ela na época.

Tekashi x Bloods x Justiça dos EUA

Tekashi está testemunhando contra Mack e Anthony "Harv" Ellison. Mack é acusado de traficar drogas para os Bloods. Ellison é acusado de sequestrar Tekashi enquanto a quadrilha se dividia em grupos rivais.

O rapper enfrenta um mínimo de 47 anos de prisão depois de se declarar culpado de nove acusações de extorsão e outras acusações - que tendem a ser mais brandas graças à sua cooperação.

Sua presença no tribunal também causou dores de cabeça aos funcionários. Ontem (10), o áudio com o depoimento de Tekashi foi postados no Twitter — uma quebra de segurança no tribunal federal, onde os membros do público em geral devem verificar seus telefones. Hoje (19), medidas extras de segurança estavam em vigor fora do tribunal, no entanto, o vídeo do rapper no estande apareceu na internet.