Topo

Entretenimento


Rapper Tekashi presta depoimento contra membros de sua antiga gangue nos EUA

Rapper Tekashi prestou depoimento contra membros de sua antiga gangue - Reprodução/Instagram
Rapper Tekashi prestou depoimento contra membros de sua antiga gangue Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

18/09/2019 16h42

O rapper Tekashi 6ix9ine prestou depoimento à Justiça hoje (18) contra os antigos membros de uma gangue que ele fez parte e que, supostamente, teria sequestrado o rapper.

Anthony "Harvey" Ellison e Aljermiah "Nuke" Mack estão na mira da Justiça e são investigados por extorsão e porte ilegal de armas de fogo. Segundo os procuradores norte-americanos, eles fazem parte da gangue Nine Trey Blood. Além disso, Ellison também é acusado de ter conexão com o suposto sequestro de Tekashi, em julho de 2018.

O rapper revelou que seu primeiro contato com os homens que ele acreditou serem membros da gangue Nine Trey foi em busca de figurantes para aparecerem em seu videoclipe. Então, Tekashi explicou que conheceu seu empresário, Kifano Jordan, por meio da gangue, da qual ele passou a fazer parte em dezembro de 2017. Questionado sobre quais seriam suas atribuições na gangue, ele respondeu: "Continuar fazendo hits e dando suporte financeiro para a gangue."

O rapper ainda alegou que o dinheiro que ele ganhou trabalhando como musico não foi usado apenas para questões pessoais dos membros da gangue, mas também para comprar armas de fogo. Questionado sobre o que ele teria recebido em troca, ele respondeu "minha carreira" e explicou que a gangue forneceu a ele "credibilidade nas ruas e proteção".

Na segunda-feira (16), o advogado que representa Ellison alegou que o rapper simulou o próprio sequestro.

Neste ano, Tekashi admitiu ser culpado de nove acusações envolvendo esse caso. Ele poderá ser condenado a até 47 anos de prisão. A expectativa é que a sentença saia em janeiro de 2020.

Mais Entretenimento