Topo

Entretenimento


"Ross e Rachel seguiriam juntos e Emma iria para terapia", preveem criadores de Friends

Cena da série Friends com os personagens reunidos à mesa - reprodução/Warner/NBC
Cena da série Friends com os personagens reunidos à mesa Imagem: reprodução/Warner/NBC

14/09/2019 12h47

Mesmo 25 anos depois da estreia da série nos EUA, Friends continua sendo um fenômeno, ainda muito consumido nas plataformas de streaming e também reexibido na televisão.

Ao longo de 10 temporadas, a série criada por David Crane e Marta Kauffman criou uma legião de fãs ao redor do mundo e alguns deles tiveram a chance de reviver as emoções do seriado em uma comemoração especial durante o Tribeca TV Festival, realizado em Nova York, na sexta-feira (13). Os criadores conversaram com o público e revelaram algumas curiosidades sobre a história dos seis jovens amigos.

"Nós tínhamos acabado de fazer uma série que tinha sido cancelada depois de seis episódios. Pensamos 'se chegarmos a sete, já estaremos felizes. Aí os produtores decidiram continuar até o episódio 9 e ficamos muito animados", relembrou David. "Quando você faz uma série, é claro que você espera que tenha sucesso e que as pessoas gostem de assistir, mas você não imagina celebrar 25 anos de existência dela. Nunca pensei que estaria aqui festejando isso", admitiu Marta.

Sucesso na Netflix, Friends deixará o catalogo da plataforma no ano que vem para migrar para o serviço da HBO Max, donos da Warner. "Faz muito sentido. Eu entendo completamente. Acho que as pessoas estão mais incomodadas sobre isso do que nós", disse Marta.

Apesar das polêmicas de algumas situações preconceituosas em episódios de Friends, os criadores da série não se arrependem de nenhuma piada específica. "Como deixamos isso acontecer? Não poderíamos ter gastado 10 minutos a mais pensado numa piada melhor? Mas isso não leva a nada", desconversou David.

Por fim, Marta e David falaram sobre suas expectativas para os personagens atualmente. "Sim, eu acho que Ross e Rachel ainda estariam juntos", disse Marta. "Porém, Emma (filha do casal) precisaria de terapia", brincou a roteirista.

Mais Entretenimento