Topo

Música


Bombeiro descobre que filha morreu ao atender chamado de acidente com cantora

Maria Elena Cruz tinha 16 anos e morreu no acidente - Reprodução/Instagram
Maria Elena Cruz tinha 16 anos e morreu no acidente Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

10/09/2019 09h54

O acidente que matou a cantora country Kylie Rae Harris na última semana nos Estados Unidos ficou marcado também por uma triste história envolvendo a segunda vítima fatal da colisão. A jovem Maria Elena Cruz, que dirigia outro carro envolvido no acidente, era filha de um dos bombeiros que atenderam ao chamado de emergência.

De acordo com informações da imprensa local, Pedro Cruz é subchefe do Corpo de Bombeiros de San Cristobal e fez parte da equipe que foi deslocada para o socorro das vítimas em Taos, no Novo México. Lá, descobriu que a filha estava entre as vítimas.

A cantora Kylie Rae Harris também morreu no acidente   - reprodução/Instagram
A cantora Kylie Rae Harris também morreu no acidente
Imagem: reprodução/Instagram

No acidente, Kyley acertou a traseira de um carro, perdeu o controle e, na sequência, acertou o veículo dirigido por Maria Elena de frente. A jovem tinha apenas 16 anos e sua morte causou grande comoção.

Segundo dados preliminares da investigação publicados pelo jornal local "Taos News", há indícios de que Kylie Rae Harris estava dirigindo em velocidade acima do permitido. A polícia espera exames toxicológicos para determinar se ela havia usado álcool ou alguma substância proibida.

O xerife do Condado de Taos, Jerry Hogrefe, disse que tudo leva a crer que a culpa pelo acidente foi exclusivamente da cantora. "Neste momento, diria com muita certeza que a senhorita (Maria Elena) Cruz foi uma vítima inocente desse acidente sem sentido causado pela senhora Harris", disse Hogrefe, segundo o Taos News.

Kylie Rae Harris estava em Taos para fazer apresentações em um festival anual de música. Ela tinha 30 anos