PUBLICIDADE
Topo

Filmes e séries


Dois Papas encanta e é um dos melhores filmes de Fernando Meirelles, diz site

Anthony Hopkins e Jonathan Pryce em foto de Os Dois Papas, da Netflix - Divulgação
Anthony Hopkins e Jonathan Pryce em foto de Os Dois Papas, da Netflix Imagem: Divulgação

Do UOL, em são Paulo

01/09/2019 13h42

Fernando Meirelles estreou seu mais novo filme, The Two Popes (Dois Papas), no Festival de Cinema de Telluride, nos Estados Unidos, onde aconteceu o lançamento mundial do longa-metragem que chega em dezembro a Netflix.

Para a crítica especializada, este já pode ser considerado um dos melhores filmes do diretor de Cidade de Deus (2002) e O Jardineiro Fiel (2005).

O longa aborda o período anterior à renúncia do Papa Bento 16, interpretado por Anthony Hopkins, e a relação dele com o Papa Francisco, vivido por Jonathan Pryce. Segundo o The Wrap, um dos elementos que torna Dois Papas uma produção irresistível é a química entre os atores veteranos:

"O faz de Dois Papas um filme delicioso, atém do roteiro divertido, é a possibilidade de ver os dois atores experientes se divertindo por duas horas. Hopkins e Pryce ilustram o que é realmente a arte de atuar. Não se trata apenas de ter carisma e cativar a audiência. Qualquer estrela do cinema pode fazer isso. Mas esses dois atores vão além. Não há nada que eles não possam fazer".

A origem da amizade entre o argentino Jorge Mario Bergoglio (Papa Francisco) e o alemão Joseph Ratzinger (Papa Bento 16) é retratada no longa, bem como os conflitos entre eles. Os diálogos entre os dois mereceu elogios da crítica americana.

"Os conflitos são muitos — a visão de mundo é oposta, mas eles compartilham do amor a Deus e à Igreja. Boa parte de dois Papas é simplesmente um diálogo entre esses dois homens, salpicado de ótimas frases como quando o Papa Bento diz: 'É uma piada alemã. Não precisa ser engraçada'"

Os diálogos são entrecortados por flashbacks sobre a vida de Jorge Mario Bergoglio e, apesar das longas conversas entre os personagens, o filme consegue prender a atenção. "A combinação entre atores experientes e a tendência de Meirelles para o humor fazem do filme, que poderia ser didático, algo emocionante e até inspirador".

Filmes e séries