Topo

Terror

Tudo o que você precisa saber sobre filmes, séries e livros de horror


O Homem Invisível, clássico de terror da década de 30, vai ganhar nova adaptação

Reprodução/Getty Images
Imagem: Reprodução/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

29/08/2019 16h20Atualizada em 30/08/2019 12h00

O Homem Invisível é um dos maiores clássicos de terror. Produzido em 1933, com James Whale na direção, uma nova adaptação do longa-metragem está prevista para acontecer em 2020 nas mãos do escritor e diretor Leigh Whannell.

O romance original de 1897 de H.G. Wells e a adaptação cinematográfica de 1933, estrelada por Claude Rains, focaram em um homem que descobriu os meios de se tornar invisível, mas não conseguiu descobrir como se tornar visível novamente - o que o levou a uma vida de crimes e o deixou perturbado, tornando-se visível novamente depois de um encontro com as autoridades.

Dessa vez, tudo indica que o filme abordará uma questão mais social: "O que você não pode ver pode te machucar. A vencedora do Emmy Elisabeth Moss protagoniza um conto aterrorizante e moderno de obsessão inspirado no clássico personagem da Universal", diz a sinopse, citando a atriz de O Conto de Aia no papel de protagonismo.

"Presa em um relacionamento violento e controlador com uma cientista rico e brilhante, Cecilia Kass escapa na noite e desaparece, escondida, auxiliada por sua irmã, sua amiga de infância e sua filha adolescente. Quando o ex abusivo de Cecilia comete suicídio e deixa uma parte generosa de sua vasta fortuna, Cecilia suspeita que sua morte foi uma farsa. À medida que uma série de coincidências sinistras se torna letal, ameaçando a vida de quem ela ama, a sanidade de Cecilia começa a se desfazer, enquanto ela tenta desesperadamente provar que está sendo caçada por alguém que ninguém pode ver".

O Homem Invisível tem previsão de chegada aos cinemas para o dia 28 de fevereiro de 2020.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do publicado no primeiro parágrafo, o filme Homem Invisível foi produzido em 1933, e não em 1993. A informação foi corrigida.

Terror