Topo

Star Wars


Voe na Millennium Falcon, faça seu sabre de luz: o melhor da área de Star Wars na Disney

Galaxy"s Edge da Disneyland tem uma Millennium Falcon em tamanho real - Divulgação
Galaxy's Edge da Disneyland tem uma Millennium Falcon em tamanho real
Imagem: Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em Anaheim (EUA)*

26/08/2019 04h00

A galáxia muito, muito distante em que Leia, Luke e Han Solo viveram suas aventuras ganhou um cantinho aqui na nossa Via Láctea. Mais especificamente, na Disneyland Resort, na Califórnia.

O UOL foi visitar Galaxy's Edge, a área dedicada a Star Wars no parque mais antigo da Disney, e pode garantir: é uma experiência capaz de fazer os fãs se sentirem dentro dos filmes do universo construído por George Lucas. A partir do dia 29, será possível ter essa sensação também no Walt Disney World, em Orlando, que vai ganhar seu próprio Galaxy's Edge.

Ao entrar na área, você é transportado para Batuu, um planeta longínquo localizado na Orla Exterior que serve como ponto de parada para comerciantes e contrabandistas. As forças da Primeira Ordem estão presentes lá, assim como a Resistência. É um mundo novo, mas familiar com tudo o que já vimos da saga.

"Não queríamos que você sentisse que estava apenas revivendo as aventuras de Luke e Leia", explicou a diretora de arte Kirstin Makela, em conversa com jornalistas. "Queríamos que fosse uma experiência única, para que você pudesse criar sua própria história".

E você realmente pode criar sua história lá - principalmente se for com dinheiro sobrando. Confira aqui o que tem de mais legal da área:

A ambientação

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2019/galaxys-edge—-mercado-1566798919959.vm')

A ambientação do parque é tão impressionante e detalhista que você vai se sentir dentro dos filmes. O mercado de Batuu só tem mercadorias com jeito artesanal - e até as Coca-Colas ganharam um visual diferente, mais redondinho, em uma parceria da marca com a Disney. Uma lanchonete que é ponto de encontro de comerciantes tem do lado de fora, em seu teto, uma nave fazendo entregas. Andando, você se depara com droids esquecidos, Stormtroopers que volta e meia patrulham alguns pontos, e naves da resistência e da Primeira Ordem.

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2019/galaxys-edge—-tie-fighter-1566799126670.vm')

E há, claro, a grande estrela da área: uma grande Millennium Falcon. Segundo Maneka, ela é a primeira já feita em tamanho real - nos filmes, apenas partes dela eram construídas, de acordo com as necessidades específicas das gravações. Não importa de que ângulo você olhe, ela é trabalhada nos mínimos detalhes.

O simulador da Millennium Falcon

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2019/galaxys-edge—-simulador-1566798897172.vm')

Isso nos leva à única atração aberta até o momento na área: o Smuggler's Run, um simulador de voo em que você comanda a Millennium Falcon. Os visitantes entram na atração em grupos de seis, que são divididos em dois pilotos, dois atiradores e dois engenheiros. Eles são recebidos por uma versão animatrônica de Hondo Ohnaka, personagem de Star Wars Rebels, que os encarrega de uma missão: ir buscar uma mercadoria e trazer a Millennium Falcon de volta, com poucos danos.

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2019/galaxys-edge—-hondo-1566799053283.vm')

A atração te transporta para um outro mudo como poucos simuladores fazem. Os gráficos são muito bem-feitos e dá até vertigem de tanto que a nave voa para cima e para baixo, se enfiando em lugares pouco aconselháveis. E você não pode só ficar olhando: você tem que agir conforme as instruções de Hondo e as luzes que se acendem nos painéis. O sucesso da missão depende do quão bem você executar os mandos. O meu grupo conseguiu pegar mercadoria necessária, mas se deu mal; danificamos tanto a Millennium Falcon que recebemos muito pouco pelo trabalho - e ouvimos que um caçador de recompensas ia atrás de nós. Medo!

A fábrica de droids

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2019/galaxys-edge—-droid-1566798815344.vm')

Sempre quis ter um droid para chamar de seu, mas não necessariamente o BB-8 ou o R2-D2? No Galaxy's Edge dá para resolver isso por "apenas" US$ 99,99. Em uma loja chamada Droid Depot, você pode montar um droid do zero - mas ele ainda será uma unidade BB ou R2, que fique claro.

Em uma esteira, você seleciona peças que vêm com algumas opções de cores (roxo, vermelho, preto, laranja e azul) e depois as leva para uma mesa, onde monta tudo para formar o seu droid. O melhor: com o auxílio de um controle remoto, ele anda e se comunica; se você andar com ele pelo Galaxy's Edge, o robôzinho também irá interagir com outros do mesmo tipo e com o ambiente ao redor.

Sabre de luz personalizado

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2019/galaxys-edge—-sabre-de-luz-1566799107571.vm')

Não tem jeito: todo fã de Star Wars já sonhou com o sabre de luz próprio. O Savi's Workshop é onde esse sonho se torna possível - mediante o pagamento de US$ 199,99 dólares e uma reserva feita com até duas semanas antecedência.

Logo ao chegar, você precisa escolher um entre quatro temas para o seu sabre: paz e justiça, poder e controle, elementos naturais, e proteção e defesa. A escolha vai determinar as cores das peças que ficarão na base de seu sabre. Depois é a vez de entrar na loja, que tem um clima meio clandestino, já que a Primeira Ordem não é lá muito amigável com os jedi. Lá, é necessário e escolher o cristal que dará cor à lâmina (vem em verde, azul, vermelho e roxo) e as peças para cabo. O conjunto será levado e, poucos minutos depois, você receberá o seu sabre, já pronto.

Leites coloridos

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2019/galaxys-edge—-leite-azul-1566798858212.vm')

Assim como uma visita aos parques do Harry Potter não pode passar sem um gole de cerveja amanteigada, não dá para ir ao Galaxy's Edge e não se aventurar a tomar o leite azul e o leite verde que Luke aparece bebendo nos filmes da saga.

Uma loja no parque vende os dois, por US$ 7,99 cada. Mas não vá esperando algo parecido com o leite que você bebe em casa: os dois têm uma textura mais grossa, próxima à de um smoothie ou milkshake. O azul é bem doce, com notas frutais - e chega a ser um pouco enjoativo; já o verde tem um sabor diferente, com notas cítricas e florais que acabam surpreendendo. Vale provar pelo menos uma vez.

Vem por aí: Rise of the Resistance

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2019/galaxys-edge—-rise-of-the-resistance-1566798878047.vm')

A segunda atração do Galaxy's Edge se chamará Rise of the Resistance e promete ser uma experiência interativa ambiciosa, em que os visitantes se verão no meio de uma batalha intergaláctica. Ela abre em dezembro no Disney World, e em janeiro na Disneyland.

*A repórter viajou a convite da Disney

Mais Star Wars