Topo

Filmes e séries


Toy Story 4 ganha elogios da crítica: "Se você não chorar, não tem coração"

Cena de Toy Story 4 - Reprodução
Cena de Toy Story 4 Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

13/06/2019 14h18

As primeiras críticas de Toy Story 4, nova continuação da franquia da Pixar, foram lançadas hoje na imprensa internacional. Por enquanto, o filme parece ter conquistado a aprovação quase universal dos jornalistas, que se derreteram em elogios para a nova história de Woody, Buzz e cia.

Toy Story 4 chega ao Brasil no próximo dia 20 de junho. Para o crítico Richard Roeper, do jornal "Chicago Sun Times", a sentença é simples: "Se este filme não tocar o seu coração, você provavelmente é tão sem vida quanto os brinquedos fingem ser quando humanos estão por perto".

"Cheio de risadas e aventuras perfeitamente coreografadas, Toy Story 4 também sabe exatamente quando inserir as lições de vida, e quando entregar aqueles momentos que farão o choro subir pela garganta", comentou o crítico.

Assista ao trailer de Toy Story 4

UOL Entretenimento

Kevin Maher, do Times UK, colocou o filme entre os melhores do ano: "Você sabe que está testemunhando algo genial quando os primeiros cinco minutos do quarto filme de uma franquia de 24 anos direcionada a crianças têm mais profundidade e paixão do que qualquer outro longa lançado por Hollywood este ano".

Nicholas Barber, da BBC, expressou que, assim como os fãs, estava preocupado com a franquia Toy Story indo além do terceiro filme, que parecia o final perfeito para a história. "Não precisávamos ter nos preocupado. É claro, logo nos primeiros minutos do novo filme, que ele será tão lindamente animado, e tão generosamente engraçado, quanto todos os melhores da Pixar", escreveu.

Lindsay Bahr, do StarTribune, também considerou que o filme pode "apresentar uma lição para os que suspeitam das franquias de Hollywood: às vezes, mais é melhor". "Embora não atinja as alturas emocionais dos filmes anteriores, a conclusão de Toy Story 4 é eficiente e bem executada. Woody precisava de uma conclusão que ele nem mesmo compreendia. Nós também precisávamos", comentou.

É o mesmo sentimento expressado por Alonso Duralde, do The Wrap: "A Pixar pode facilmente aposentar esta franquia com quatro filmes que são lindos de se olhar, tocantes e engraçados. Mas, se eles conseguirem manter esse nível de qualidade, eu digo só uma coisa: continuem fazendo mais!".

Johnny Oleksinski, do "New York Post", também elogiou o final de Toy Story 4, dizendo que se tratava de "uma conclusão respeitável e agridoce". No entanto, a sua crítica também posicionou que o filme é "abaixo do esperado" para a empresa de animação. "A Pixar nos condicionou a esperar mais do que apenas um filme agradável. Queremos ser maravilhados", escreveu.