Topo

Filmes e séries


Criador de "Deadwood", David Milch revela que foi diagnosticado com Alzheimer

O roteirista David Milch - Divulgação/IMDb
O roteirista David Milch Imagem: Divulgação/IMDb

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

23/04/2019 15h01

David Milch, conhecido por criar a série "Deadwood", revelou em entrevista ao site do Vulture que foi diagnosticado com o mal de Alzheimer. O roteirista de 74 anos está se preparando para lançar o telefilme que continua a série de faroeste, programado para exibição em 31 de maio na HBO norte-americana.

"Pelo meu entendimento, que é mínimo, a doença causa uma deterioração na organização do meu cérebro", definiu Milch. "E é uma doença progressiva. De todas as formas que eu posso pensar, esta é uma notícia desencorajadora".

Milch disse que começou a suspeitar que algo estava errado com ele há alguns anos. "Minha memória se tornou menos precisa, ou eu demorava para me lembrar das coisas, e ficava facilmente irritado", comentou.

Famoso por reescrever diálogos até os últimos momentos antes das câmeras rolarem, Milch interferiu menos na produção do filme de "Deadwood". Ele deixou o dia a dia das filmagens nas mãos do diretor Daniel Minahan e da produtora executiva Regina Corrado.

O roteirista disse ao Vulture que pretende continuar escrevendo, mas admitiu que a doença dificulta o processo. Milch, no entanto, não ofereceu específicos sobre seus projetos para o futuro.

Além de "Deadwood', que foi originalmente exibida entre 2004 e 2006, o roteirista é famoso por criar "Nova Iorque Contra o Crime" (1993-2005). Ele também escreveu episódios de "Hill Street Blues" e "True Detective", e venceu 4 Emmys em sua carreira.