Topo

Livros e HQs


Livro sobre coelhinho gay é vice em lista de reclamações de associação dos EUA

Reprodução
Imagem do livro "A Day in the Life of Marlon Bundo" Imagem: Reprodução

Osmar Portilho

Do UOL, em São Paulo

2019-04-09T13:01:15

09/04/2019 13h01

"A Day in the Life of Marlon Bundo" inicialmente surgiu no programa de TV "Last Week Tonight", de John Oliver, só para irritar o vice-presidente americano, Mike Pence. O livro infantil conta a história de um coelhinho gay que se apaixona por um amigo e luta por seus direitos. Não por acaso, Marlon Bundo é justamente o nome do coelho de estimação de Pence.

Na Amazon, o livro aparece na primeira posição da seção de títulos infantis sobre casamento e divórcio. Outro ranking que a publicação assinada pelo próprio Marlon Bundo e Jill Twiss (com ilustrações de EG Keller) é a lista de livros que receberam mais reclamações da Associação Americana de Bibliotecas em 2018, na segunda posição.

"A Day in the Life of Marlon Bundo" foi lançado um dia antes de um livro do original Marlon Bundo em uma clara provocação de John Oliver ao vice-presidente, conhecido por seu conservadorismo e discursos anti-LGBT.

Carolyn Van Houten/The Washington Post via Getty Images
O Marlon Bundo original e seu livro Imagem: Carolyn Van Houten/The Washington Post via Getty Images

Sabendo da controvérsia que seu livro teria na política, John Oliver ainda deu mais um passo ao reverter todo seu faturamento para duas instituições de caridade: The Trevor Projetct e a Aids United.

"Comprem para suas crianças, não é nada adulto só para mandar Pence se f***. É uma história muito doce. Isso provavelmente vai irritá-lo", disse o apresentador em seu lançamento, no ano passado.

E qual é o número 1?

Caso tenha ficado curioso em saber quem está no topo da lista de reclamações da associação, o livro é "George", de Alex Gino. O título conta a história de um menino transgênero de 10 anos, George, que tem a aparência de um garoto, mas sabe que é menina - e preferia ser chamado de Melissa.

Mais Livros e HQs