Topo

Filmes e séries


Taika Waititi lamenta ataque terrorista em seu país: "Meu coração está destruído"

Reprodução
Diretor Taika Waititi nos bastidores de "Thor: Ragnarok" Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

2019-03-15T12:24:36

15/03/2019 12h24

O diretor Taika Waititi, de "Thor: Ragnarok", lamentou o ataque terrorista que aconteceu na Nova Zelândia, seu país de origem, ontem à noite. "Meu coração está destruído. Meu país está chorando e eu também".

"Estou chateado por saber que esse tipo de ódio pode acontecer em minha terra natal. Todo o meu amor vai para Christchurch, vítimas, famílias, comunidade islâmica e todos que escolheram nossa ilha como lar. Esse não somos nós", acrescentou no Twitter.

Ao menos 49 pessoas morreram após ataques a tiros contra duas mesquitas da cidade de Christchurch, na Nova Zelândia. Até o momento, foram contabilizados 48 feridos, entre os quais estão crianças, mas não foi especificado este número.

Três pessoas estão presas suspeitas de terem relação com os crimes. Uma delas já foi acusada de homicídio. Outros suspeitos também são procurados pela polícia. Uma pessoa chegou a ser detida, mas foi liberada horas depois por não ter ligação com os ataques, segundo a polícia.

Foi encontrada no Twitter uma conta ligada a um dos suspeitos com um link para um manifesto racista contra imigrantes e muçulmanos. No manifesto, de 87 páginas, o autor teria justificado o ataque para vingar uma menina sueca de 11 anos morta por um jihadista em Estolcomo.