PUBLICIDADE
Topo

Mariah Carey processa assistente por chantageá-la com vídeos "embaraçosos"

Mariah Carey se apresenta no American Music Awards, em Los Angeles - Kevin Winter/Getty Images For dcp
Mariah Carey se apresenta no American Music Awards, em Los Angeles Imagem: Kevin Winter/Getty Images For dcp

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

16/01/2019 09h59

Mariah Carey entrou com processo contra uma ex-assistente pessoal chamada Lianna Azarian. Segundo o "TMZ", Carey e seus advogados acusaram Azarian de filmar momentos "embaraçosos" do dia a dia da diva e usar os vídeos para tentar extorquí-la quando foi demitida.

A ex-assistente exigiu um pagamento de US$ 8 milhões de Carey para não divulgar as filmagens, segundo os documentos do processo. Neles, a cantora disse que contratou Azarian em março de 2015, e a demitiu em novembro de 2017.

Durante este intervalo de tempo, Azarian teria também comprado roupas e outros itens em lojas de luxo com o cartão de crédito de Carey, usando o nome da diva para conseguir descontos.

Após sua demissão, a assistente revelou para a cantora que tinha vídeos "íntimos" dela e que os divulgaria caso o pagamento de US$ 8 milhões não fosse feito imediatamente. Os documentos do processo não revelam o conteúdo das filmagens.

Azarian não comentou à imprensa sobre as acusações.