PUBLICIDADE
Topo

Morre Carol Channing, de "Hello Dolly!" e "Positivamente Millie", aos 97

Carol Channing em cena de "Positivamente Millie" (1967) - Reprodução
Carol Channing em cena de "Positivamente Millie" (1967) Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

15/01/2019 11h05

A atriz Carol Channing, ícone do teatro e do cinema norte-americano, morreu nesta terça-feira (15). Conhecida por originar o papel principal de "Hello Dolly!" no teatro e pela performance indicada ao Oscar no filme "Positivamente Millie", a estrela tinha 97 anos de idade.

O agente de longa data de Channing, B. Harlan Boll, confirmou a morte da atriz para o site "Broadway World". Channing morreu de causas naturais, pouco antes da uma da manhã, em sua casa no interior da Califórnia, nos EUA.

A estrela de Channing surgiu em 1949, quando foi notada pela autora Anita Loos em um musical independente e escalada para o papel de Lorelei Lee na primeira montagem de "Os Homens Preferem as Loiras" na Broadway, onde colocou sua marca na canção "Diamonds Are a Girl's Best Friend".

Assim como ocorreria mais tarde com "Hello Dolly!" (apresentado pela primeira vez em 1964), Channing não foi chamada para estrelar a versão cinematográfica do musical, no qual o papel ficou com Marilyn Monroe. Na adaptação para o cinema de "Dolly", a personagem originada por Channing foi interpretada por Barbra Streisand.

Por causa de seu estilo exagerado, Channing nunca foi uma grande estrela do cinema, mas impressionou nas poucas aparições que fez na tela grande. Conseguiu, por exemplo, roubar a cena de Julie Andrews e Mary Tyler Moore em "Positivamente Millie" (1967), que lhe rendeu sua única indicação ao Oscar.

Channing apareceu também em "Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band" (1978), filme estrelado pelos Beatles, e interpretou a Rainha Branca em uma famosa versão de "Alice no País das Maravilhas" para a TV, lançada em 1985.

Sua última aparição em frente às câmeras foi na série "Style & Substance", em 1998, em episódio no qual interpretou a si mesma. Em 2006, emprestaria a voz para uma participação especial em "Uma Família da Pesada".