Topo

Oscar


Glenn Close e Lady Gaga levaram o Critics Choice: Mas e o Oscar, pode empatar?

Lady Gaga e Glenn Close com o prêmio empatado de melhor atriz do Critics
Lady Gaga e Glenn Close com o prêmio empatado de melhor atriz do Critics' Choice Awards Imagem: REUTERS/Danny Moloshok

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

14/01/2019 09h45

A cerimônia de entrega do Critics Choice Awards 2019 foi movimentada, na noite do domingo (13), por duas categorias que resultaram em empates ao invés de um vencedor isolado. Uma das estatuetas divididas foi a de melhor atriz, que ficou com Glenn Close ("A Esposa") e Lady Gaga ("Nasce Uma Estrela").

O empate não é tão incomum na premiação, votada pelos críticos de cinema e TV de Hollywood. Em 2016, por exemplo, Damien Chazelle ("La La Land: Cantando Estações") e Kenneth Lonergan ("Manchester à Beira-Mar") dividiram o prêmio de melhor roteiro original.

Mas e no Oscar, o prêmio mais prestigiado do cinema americano, é possível haver um empate? A ocasião é bem mais rara, mas as regras da Academia preveem procedimentos para quando dois dos indicados têm exatamente o mesmo número de votos.

O empate já aconteceu, inclusive, na categoria de melhor atriz. Em 1969, a estrela Ingrid Bergman exibiu uma expressão de choque enquanto abria o envelope da premiação, provocando reação espantada da plateia quando finalmente disse: "A vencedora... É um empate".

"As vencedoras são: Katharine Hepburn, por 'O Leão no Inverno', e Barbra Streisand...", começou a apresentadora, logo sendo engolida pelos aplausos do público. Hepburn, que já estava no seu terceiro Oscar, não compareceu à cerimônia (como era do seu feitio), de forma que o holofote foi todo para Streisand.

Então uma grande estrela da Broadway, Streisand havia feito sua espetacular estreia no cinema com "Funny Girl: A Garota Genial", pelo qual recebeu o prêmio. Ela subiu ao palco ao lado de Anthony Harvey, diretor de "O Leão no Inverno", que recebeu a estatueta por sua estrela.

"Quando perguntei à Sra. Hepburn o que ela achava de ter quebrado o recorde de indicações ao Oscar [mais tarde superado por Meryl Streep], ela disse: 'Aparentemente, quando você vive por tanto tempo quanto eu, tudo pode acontecer'", brincou Harvey no palco.

Quando chegou a sua vez nos microfones, Streisand começou com uma piada que seria lembrada para sempre no Oscar. Olhando para a sua estatueta, deixou escapar: "Olá, bonitão".

"Eu estou muito honrada de estar em companhia tão incrível quanto a de Katharine Hepburn", comentou a seguir. "É um sentimento muito louco". 

Os homens também já viveram um empate em sua principal categoria de atuação. O ano de 1932 marcou o primeiro empate do Oscar, com Fredric March ("O Médico e o Monstro") e Wallace Beery ("O Campeão") levando o prêmio de melhor ator.

Na noite de ontem, tanto Gaga e Close quanto Amy Adams ("Objetos Cortantes") e Patricia Arquette ("Escape at Dannemora"), que dividiram o prêmio de melhor atriz em minissérie ou telefilme, apareceram para receber suas estatuetas.

Enquanto as duas vencedoras de cinema optaram por uma abordagem tradicional, com cada uma discursando de uma vez, Adams e Arquette se revezaram no microfone de forma bem divertida.

O formato mais descontraído do Critics Choice permitiu esta diferença de formatos, mas é difícil saber se o mesmo aconteceria na cerimônia rígida do Oscar. No total, o prêmio da Academia só empatou seis vezes em mais de noventa anos de história.

A mais recente foi em 2013, quando Mark Wahlberg anunciou dois vencedores na categoria de melhor edição de som. Os profissionais de "A Hora Mais Escura" e "007 - Operação Skyfall" foram contemplados com estatuetas.

As outras ocasiões de empate também ocorreram fora das categorias mais aguardadas da noite, em 1950 (melhor documentário em curta-metragem), 1987 (melhor documentário em longa-metragem) e 1995 (melhor curta-metragem ficcional).

Portanto, a chance de vermos um replay do Critics Choice no próximo dia 24 de fevereiro, quando a cerimônia do Oscar está marcada para acontecer, é pequena. A corrida de melhor atriz continua acirrada, e Close e Gaga ainda terão que enfrentar Olivia Colman ("A Favorita") pela estatueta -- só esperando para ver o resultado.