Topo

Geek


Netflix leva público às origens de Robin, grande estrela da estreia de "Titãs"

Divulgação/Netflix
Circo baseado na série "Titãs" é montado em São Paulo Imagem: Divulgação/Netflix

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

2019-01-11T13:17:59

11/01/2019 13h17

A lona colorida, o clima alegre e o show de luzes do circo montado pela Netflix para marcar a estreia da série "Titãs", que chega à plataforma nesta sexta-feira (11), contrastam com o tom soturno e mais violento da própria.

Mas as origens são as mesmas: o cenário que agora pode ser visitado no Shopping Villa Lobos, na região de Pinheiros, em São Paulo, remete ao picadeiro onde se apresentavam os "Flying Graysons", grupo de acrobatas do universo da DC Comics.

Aliás, o local, que fica aberto ao público das 11h às 22h até o próximo domingo (13), traz os próprios trapezistas para uma apresentação especial. Ao entrarem, visitantes são convidados a mergulhar em um circo de verdade, com malabarismos, músicas e outras atividades.

Divulgação/Netflix
Área inspirada no personagem Mutano, no circo montado pela Netflix para a estreia de "Titãs" Imagem: Divulgação/Netflix

Fãs podem atirar dardos de borracha em uma roleta, equilibrar pratos e tirar fotos dentro de uma jaula com um tigre eletrônico, cada atividade inspirada em um dos quatro protagonistas do novo seriado.

Mas, se a atração esbanja som e cores, a obra que a inspira demonstra um lado muito mais sombrio e melancólico.

Origens

Dick Grayson se apresentava no trapézio do circo ao lado dos pais. Eles eram os "Flying Graysons" ("Graysons Voadores").

Divulgação
Brenton Thwaites como Robin em "Titãs" Imagem: Divulgação
Mas em um fatídico dia, por conta de uma armadilha, as cordas do trapézio romperam, e o garoto se viu sozinho no mundo, sua vida cheia de música e alegria agora um vazio silencioso. Isso o levou a ser acolhido pelo milionário Bruce Wayne, identidade secreta do herói Batman.

Assim começaram as origens do primeiro Robin, talvez o ajudante mais famoso dos quadrinhos, que voou alto e virou seu próprio protagonista. Mas, embora seja a figura central, ele não está sozinho aqui.

"Titãs", série original do novo serviço de streaming da DC e distribuída internacionalmente pela Netflix, é baseada no grupo de jovens heróis conhecidos como "Jovens Titãs", que já conheceram as telinhas em versões de animação e ganham sua primeira versão com atores de verdade.

Mas, se as outras encarnações ficaram conhecidas pelo tom mais adolescente e bem-humorado, ainda que sério, esta versão já mostra que definitivamente não é para menores. O primeiro episódio - de um total de 11 - foi exibido à imprensa nesta quinta-feira (10) e já deixa claro a nova direção dos heróis.

Muito além do "foda-se o Batman", frase já imortalizada pelo trailer do seriado, o que se vê aqui é um Robin (Brenton Thwaites)  violento, amargurado, sem medo de machucar - e pra valer - quem ele acha que merece e sem muita paciência com quem está começando. Nesse meio tempo, ele ainda se vê envolvido em uma trama sinistra envolvendo a jovem Rachel Roth (Teagan Croft), que possui poderes demoníacos e está sendo perseguida por forças ocultas.

Em paralelo, Kory Anders (Anna Diop), conhecida como Estelar, também vê seu destino se entrelaçar misteriosamente com a adolescente. Garfield Logan (Ryan Potter), o simpático Mutano, faz apenas uma breve aparição no primeiro episódio.

Sangue, drogas, tiros e vários palavrões permeiam toda a ação e deixam o recado: esses "jovens" Titãs, são bastante adultos.