Topo

Geek


Como Patrick Stewart foi convencido a voltar para "Star Trek" após 16 anos

Divulgação
Patrick Stewart como Jean-Luc Picard em "Star Trek: A Nova Geração" Imagem: Divulgação

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

09/01/2019 21h01

Os fãs de "Star Trek" foram pegos de surpresa quando descobriram em agosto de 2018 que Patrick Stewart voltaria para a saga como o capitão Jean-Luc Picard.

O anúncio foi feito 16 anos desde a última vez que o ator de 78 anos apareceu como o icônico personagem, na série " -- desta vez em uma nova série produzida pela CBS.

O produtor executivo Alex Kurtzman, supervisor toda a programação da saga intergaláctica para a emissora norte-americana, contou a Variety como convenceu Stewart a retornar para a franquia.

"Nós fizemos a proposta a ele. Ele sentou e ouviu cuidadosamente como sempre faz. Então disse, 'Obrigado, me deixa pensar sobre o assunto'", explicou o produtor.

"Pensamos que tínhamos falhado. Mas na segunda seu agente ligou e disse, 'Ele está interessado e gostaria de saber mais [sobre a ideia da nova série]. Você pode escrever o que tem?'", acrescentou.

Kurtzman e sua equipe expandiram o roteiro de quatro páginas que tinham para praticamente um livro de 34 páginas antes de mandar o conceito a Stewart, explicando como a queda do Império Romulano impactou o capitão da Starfleet.

O inglês foi protagonista de "Jornada nas Estrelas: A Nova Geração", série que ganhou o status de cult e foi exibida entre 1987 e 1994. Sua última participação como Picard foi no filme "Jornada Nas Estrelas: Nêmesis", lançado em 2002.

A nova série do universo "Star Trek" vai chegar ao serviço CBS All Access no final de 2019 e se passará exatos 20 anos após os acontecimentos de "Jornada Nas Estrelas: Nêmesis", mostrando o capitão em uma nova fase de sua vida.

Errata: o texto foi atualizado
09/01/2019 às 00h00
Diferentemente do que estava escrito, "Jornada nas Estrelas: A Nova Geração" foi exibida entre 1987 e 1994. A informação foi corrigida no texto.

Newsletters

Receba por email as principais notícias do UOL sem pagar nada.

Quero receber