Topo

Pop


Ana Vilela, do hit "Trem-Bala", vira youtuber inspirada em Felipe Neto

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

2019-01-09T11:16:05

09/01/2019 11h16

Dois anos depois de explodir com o hit "Trem-Bala", Ana Vilela aposta em uma nova experiência. A cantora estreia nesta quarta-feira (9) o "Cafofo da Ana", um quadro no YouTube para se aproximar dos fãs falando de sua vida pessoal e contando suas próprias histórias. O conteúdo semanal, com um vídeo novo todas as quartas-feiras, será lançado no no mesmo canal em que ela publicou a primeira versão de sua música autoral, reproduzida até por Gisele Bünchen

"O YouTube sempre foi uma coisa que gostei de acompanhar", conta Ana Vilela em entrevista ao UOL, citando entre suas referências brasileiros pioneiros na plataforma como Felipe Neto, Kéfera, PC Siqueira e o casal Dani Noce e Paulo Cuenca. "Mas o que eu mais assisto é o Felipe Neto. Sempre acompanhei ele desde muito cedo, desde os meus 12 anos, acho ele um cara genial e o legal é que hoje somos brothers", revela a cantora de 20 anos.

Os oito anos de experiência como espectadora deram a coragem para ela também se arriscar como criadora de conteúdo. Pesam também os números. Com 1 milhão de incritos no YouTube e 145 milhões de visualizações (100 milhões só no clipe oficial de "Trem-Bala"), o quadro já chega com um público respeitável. "Tenho mais seguidores lá do que em qualquer outra rede social", contabiliza. No Instagram são 399 mil seguidores. No Facebook, 335 mil pessoas acompanham o trabalho dela.

Carreira musical preservada

Divulgação
Cantora Ana Vilela, do hit "Trem-Bala", estreia seu quadro no YouTube nesta quarta-feira Imagem: Divulgação

O maior desafio de Ana Vilela foi encarar, mais uma vez, a timidez, já testada em programas de TV e shows desde o início da carreira como cantora. "Dá pra notar que nos primeiros vídeos estou mais presa, a câmera é uma coisa que intimida muito. Mas depois fui me soltando", diz a mais nova youtuber, que já tem dois meses de conteúdo gravado. Os vídeos foram feitos em um estúdio no Rio de Janeiro que pertence à gravadora dela, a Som Livre.

Reprodução/Instagram
Ana Vilela (à direita) e sua esposa Amanda, a Madô Imagem: Reprodução/Instagram

Outro desafio foi lidar com os convidados do quadro. Entre eles, sua esposa Amanda, conhecida como Madô, e o influenciador Victor Meyniel. "A Amanda é uma pessoa que convivo, é difícil ter que olhar pra câmera e apresentá-la", explica. Entre idas e vindas, as duas estavam juntas havia seis anos até assumirem o namoro, em fevereiro do ano passado. O casamento aconteceu sete meses depois. Ana ainda teve o apoio da irmã e de amigos para relembrar as histórias que pretende conta no canal.

Já com Victor Meyniel, o clima foi mais cômico, apesar do nervosismo atrás das câmeras. "Com o Victor fiquei muito nervosa, porque é um dos meus ídolos e eu ainda não o conhecia pessoalmente", lembra Ana, que maquiou o influenciador na colaboração. 

A nova empreitada no YouTube não deve atrapalhar a carreira musical de Ana Vilela. Ela encerra sua turnê atual em 26 de janeiro com um show no Teatro J. Safra, em São Paulo. Depois, tira um período para preparar a turnê nova, prevista para março. "Não consigo ficar sem música, dá pra levar os dois de boa", garante.

Mais Pop