Topo

Terror

Tudo o que você precisa saber sobre filmes, séries e livros de horror


"O Manicômio": 1º filme de terror de 2019 tem youtubers e experimentos nazistas

Reprodução
Pôster do filme "O Manicômio" Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

2019-01-03T04:00:00

03/01/2019 04h00

Primeiro filme de terror a chegar aos cinemas em 2019, "O Manicômio" é uma produção alemã que junta duas gerações muito diferentes: o período do governo nazista na década de 1940 com a juventude tecnológica de hoje.

A trama mostra um grupo de jovens que está procurando por fama no YouTube. E há jeito melhor de conquistar muitos likes e bombar seu canal do que invadindo um hospital psiquiátrico que foi usado na década de 1940 e que atualmente encontra-se abandonado?

Os adolescentes vão equipados com visão noturna e câmeras térmicas, mas deixam os celulares no carro para não atrapalhar a experiência -- afinal, é um filme de terror. A lenda é que o espírito de uma mulher que sofreu nas mãos dos nazistas ainda ronda o manicômio, e ela nunca fica feliz ao ser visitada.

Câmera na mão e um fantasma te encarando

Reprodução
Cena do filme "O Manicômio" Imagem: Reprodução

O diretor Michael David Pate planejou o filme inteiro no formato "câmera na mão", que foi usada de forma revolucionária em "Bruxa de Blair" (1999) e "Atividade Paranormal" (2007) e que agora já não é mais tão atrativo assim.

Porém, o cineasta atrai a atenção principalmente com a edição certeira do filme. Cortes rápidos deixam o espectador confuso, efeitos visuais colocam sombras enigmáticas nos corredores e mudanças de foco ajudam a dar o tom sinistro do ambiente.

Aliado a isso está a grande conquista de "O Manicômio": a ambientação do hospital psiquiátrico. A produção cuidou dos pequenos detalhes para tentar assustar com o local assombrado, principalmente nos corredores sujos e na "sala de operações", responsável por muitos horrores durante o período em que Adolf Hitler governou parte da Europa.

O elenco jovem também dá conta do recado, apesar de pouco conhecido no Brasil, consegue se cativar e faz com que você torça para quem deve sobreviver e quem deve cair nas garras da entidade que toma conta do hospital.

Clichês do terror e outros erros

Reprodução
Câmera para ver no escuro e deixaram o celular no carro Imagem: Reprodução

O pano de fundo do longa é uma crítica à vontade avassaladora dos jovens de tentar ganhar seguidores e ter fama nas redes sociais no século 21. "O Manicômio" dialoga também com bullying e suicídio entre os adolescentes, mas não desenvolve nenhum dos temas mais sérios, sendo voltado mesmo apenas para o entretenimento.

O filme ainda acaba recorrendo ao que é mais comum nas produções do gênero: sustos fáceis. Os famosos "jump scares" estão a todo momento no longa, influenciados pelo estilo do filme que registra tudo com uma câmera comum, que causam mais tensão.

Apesar de ideias interessantes, é um pouco decepcionante que uma produção que teve tanto cuidado em mostrar uma ambientação realmente assustadora caia fácil em cacoetes dos filmes de terror e que não explore temas contundentes em uma produção feita para os jovens.

Mais Terror