PUBLICIDADE
Topo

Com expectativa de US$ 41 bilhões, bilheteria mundial pode bater recorde em 2018

Benedict Cumberbatch, Robert Downey Jr., Mark Ruffalo e Benedict Wong em cena de "Vingadores: Guerra Infinita" - Divulgação
Benedict Cumberbatch, Robert Downey Jr., Mark Ruffalo e Benedict Wong em cena de "Vingadores: Guerra Infinita" Imagem: Divulgação

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

27/12/2018 15h07

Nunca antes na história da indústria os filmes arrecadaram tanto no cinema. Pelo menos é a expectativa da comScore, que projeta arrecadação mundial maior que US$ 41 bilhões até o final de 2018, um recorde para o setor

Boa parte deste sucesso é responsabilidade de grandes mercados fora dos Estados Unidos, como a China e também o Brasil.

Porém, a comScore aponta que houve uma melhora de 7% em relação ao ano passado no mercado norte-americano. Para efeito de comparação, no mesmo período, os cinemas fora dos EUA arrecadaram 1% a mais do que neste ano, sendo responsável por quase US$ 30 bilhões.

O aumento no interesse dos norte-americanos pelo cinema se deu principalmente aos blockbusters de super-heróis, caso de "Vingadores: Guerra Infinita" (US$ 678 milhões) e "Pantera Negra" (US$ 700 milhões), mas filmes sem tanto investimento também surpreenderam em arrecadação, como "Podres de Rico" (US$ 174 milhões) e "Um Lugar Silencioso" (US$ 188 milhões).