Topo

Peter Murphy, dos Bauhaus, é detido e expulso do próprio show na Suécia

Divulgação/4AD/Tom Holmlund
Após confusão, Peter Murphy é detido por policiais em show na Suécia Imagem: Divulgação/4AD/Tom Holmlund

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

2018-12-13T17:44:15

13/12/2018 17h44

O vocalista britânico Peter Murphy, famoso por liderar a influente banda de pós-punk Bauhaus, foi expulso de seu próprio show em Estocolmo, na Suécia, após se envolver em uma confusão e arremessar garrafas em direção à plateia.

O incidente aconteceu nesta quarta (12), quando o músico apresentava o espetáculo que comemora os 40 anos do grupo, com participação do baixista original David J.

Segundo a imprensa sueca um fã precisou ser hospitalizado depois de Murphy "se descontrolar no palco, acender uma lâmpada e atacar fãs e funcionários do local com itens diferentes".

O cantor teria se revoltado após detectar problemas técnicos no palco, que incluíam falhas no retorno do fone de ouvido. Então, "ele voltou aparentemente calmo, mas de repente começou a jogar copos e garrafas na mesa de som, deixando um fã com cicatrizes no rosto", escreve o site Aftonbladet.

De acordo com jornais da Suécia, o cantor chegou a chutar parte do cenário, arremessar garrafas e copos e, antes de ser finalmente detido, empurrou um policial.

Segundo o site Brooklyn Vegan, os promotores do show fizeram a seguinte declaração. "Com mais uma música planejada, o técnico da turnê decidiu encerrar o show de ontem com Peter Murphy, já que os equipamentos foram destruídos devido a incidentes que levamos muito a sério."

"O artista agiu de maneira inaceitável para o público e nossa equipe. No momento, estamos tentando resolver a situação. Se alguém na plateia se machucou de alguma forma, gostaríamos que nos contatassem e denunciassem à polícia. Também queremos agradecer às pessoas que nos ajudaram."

O cantor Peter Murphy, que se apresentou no Brasil em outubro homenageando os Bauhaus, ainda não comentou o incidente.

Mais Rock