Topo

Filmes e séries


Jodie Foster vai dirigir e estrelar remake de filme selecionado para o Oscar

12.mai.2016 - A diretora Jodie Foster posa em Cannes -  REUTERS/Yves Herman
12.mai.2016 - A diretora Jodie Foster posa em Cannes Imagem: REUTERS/Yves Herman

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

10/12/2018 16h04

Jodie Foster definiu qual será o seu próximo filme na frente e atrás das câmeras. Ela vai dirigir e estrelar um remake de "Uma Mulher em Guerra", filme que a Islândia selecionou para concorrer ao Oscar 2019 de melhor filme estrangeiro.

A informação do "Deadline" é que Foster vai relocar a história da Islândia para os EUA, onde deve reintrepetar o papel de Halla, uma criativa professora de música de meia idade durante o dia que, à noite, arrisca a vida com seu ativismo ambiental, tentando impedir que uma fábrica de alumínio continue destruindo a paisagem islandesa.

Exatamente quando sua campanha clandestina contra a fábrica começa a funcionar, no entanto, Halla recebe notícias inesperadas: seu pedido de adoção foi aprovado, e uma bebê recém-nascida espera por ela na Ucrânia.

"Este filme me empolgou além das expectativas", comentou Foster. "Eu estou animada para dirigir uma nova imaginação americana desta história relevante, linda e inspiradora".

"A personagem Halla é uma guerreira pelo planeta, uma mulher forte que arrisca tudo para fazer a coisa certa, mas não sem alguns imprevistos pelo caminho", completou.

"Uma Mulher em Guerra" estreou no Festival de Cannes 2018, onde acabou recebendo o prêmio de melhor roteiro na votação da crítica. Foi exibido também na 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em outubro.

O remake será o quinto filme de Foster na direção -- o último foi "Jogo do Dinheiro" (2016), com Julia Roberts e George Clooney. Como atriz, ela já venceu dois Oscar, por "Acusados" e "O Silêncio dos Inocentes", além de ter estrelado títulos como "Nell" e "O Quarto do Pânico".