PUBLICIDADE
Topo

Ator de "Stranger Things" diz que Winona Ryder lhe ensinou truques de atuação

Elenco de "Stranger Things" esteve na CCXP 2018 - Iwi Onodera/UOL
Elenco de "Stranger Things" esteve na CCXP 2018 Imagem: Iwi Onodera/UOL

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

10/12/2018 11h40

Noah Schnapp, Sadie Sink e Caleb McLaughlin, da série "Stranger Things", atenderam a imprensa nesta segunda-feira (10) para falar sobre a nova temporada da série da Netflix.

O ator que vive Will Byers comentou sua relação no set com um grande nome de Hollywood: Winona Ryder. "Eu lembro de ler o roteiro da segunda temporada e sentir um mix de emoções. Me senti assustado, porque eram um pouco intimadoras as coisas que eu tinha que fazer. Eu tinha a cena em que Will conta para Joyce [Winona] sobre o que viu no campo e mandei uma mensagem para ela: 'pode me ajudar?", afirmou Noah. 

"Ela me ensinou truques de quando ela era mais nova, treinamos muito. Ela me dava conselhos e dicas antes de gravar. E lá no set conversávamos sobre o que aconteceria. As emoções dela são tão reais. Quando eu vejo alguém chorar, quero chorar. E isso acontece quando estou contracenando com Winona. Eu sou muito grato".

Noah, que ainda disse que seu personagem morreria na primeira temporada, disse que a nova sequência de episódios será "mais sombria e mais intensa". "Há mais revelações sobre o sobrenatural. O mostro se expande, e acho que essa é uma palavra-chave para a nossa série. Fiquem de olho nisso".

Quem acompanha a saga de "Stranger Things" também se sente parte do crescimento dos atores mirins. Sobre este processo estranho de envelhecer em frente às câmeras, Caleb diz que é "às vezes é irritante". "É estranho, principalmente quando as pessoas só viram a primeira temporada. 'Nossa, você é mais velho. Você era tão novo'. Eu tenho 17, não 30", brincou.

Já Noah e Sadie têm aprendido a lidar com tudo isso."Eu não acho que mudei como pessoa e não sinto pressão. Estou cercada de pessoas incríveis, e me sinto sortuda", disse a atriz que vive Max. "Pode ser estressante, mas é porque o que eu faço é incrível e tudo se equilibra. Aprendemos a lidar com isso", completou o Will Byers de "Stranger Things".