Topo

Game of Thrones

Novo livro de George R.R. Martin é Wikipedia turbinada de "Game of Thrones"

Kevin Winter/AFP
George R.R. Martin, autor da série de livros que inspira a série "Game of Thrones" Imagem: Kevin Winter/AFP

Lello Lopes

Do UOL, em São Paulo

03/12/2018 04h00

Se "Fogo & Sangue", novo livro de George R.R. Martin, pudesse ser definido em uma imagem seria o meme de Chico Buarque feliz/Chico Buarque triste. A alegria para os fãs é que o autor publicou mais histórias de Westeros. A tristeza é que ainda não é a esperada sequência de "Game of Thrones".

O novo romance, lançado no final do mês passado pela editora Suma (R$ 69,90 o livro físico, R$ 39,90 o e-book), conta a história do reinado da casa Targaryen, da conquista dos Sete Reinos por Aegon I até o início do mandato de Aegon III, que ficou conhecido como Desgraça dos Dragões. A ação se passa entre 150 e 300 anos antes dos eventos narrados em "As Crônicas de Gelo e Fogo".

Divulgação
Imagem: Divulgação
Ao tentar abraçar 150 anos de história em quase 600 páginas, Martin esquece um dos pontos fortes de sua franquia, o cuidadoso desenvolvimento da trama e dos personagens. "Fogo & Sangue" mais parece uma versão turbinada da Wikipedia de "Game of Thrones", com personagens e batalhas se atropelando em uma leitura muitas vezes enfadonha.

O fã mais fervoroso da saga pode até gostar das referências colocadas por Martin no livro, como a criação do Trono de Ferro ou a explicação de como os ovos de dragão que muito mais tarde seriam entregues a Daenerys foram parar do outro lado do Mar Estreito. Mas a sensação final é de comida requentada, já que tudo isso fica perdido em um monte de intrigas, traições, brigas e crianças jogadas pela janela que já vimos nos cinco livros de "As Crônicas de Gelo e Fogo". Até mesmo uma versão do Casamento Vermelho e um anão com língua ferina compõe a trama de "Fogo & Sangue".

Funcionaria muito melhor se Martin se concentrasse em histórias pontuais, como no ótimo "O Cavaleiro dos Sete Reinos: Histórias do Mundo de Gelo e Fogo". Material não falta. Em "Fogo & Sangue", por exemplo, a viagem de uma princesa Targaryen às ruínas de Valíria ou a guerra entre dois ramos da família, com vários duelos entre dragões, mereciam mais do que poucas páginas.

Divulgação/HBO
Jon Snow ainda está assim nos livros de George R.R. Martin Imagem: Divulgação/HBO

Ou, para deleite dos fãs, o escritor poderia finalmente concluir "As Crônicas de Gelo e Fogo". Lançada em 1996 com "A Guerra dos Tronos", a saga não tem nenhum livro novo desde 2011 (ano de estreia da série na TV), quando "A Dança dos Dragões" chegou às livrarias. Enquanto a história está prestes a ser encerrada na televisão, com a estreia da última temporada na HBO em abril de 2019, nos livros Jon Snow acaba de ser morto pelos companheiros da Patrulha da Noite, Arya Stark ainda treina com os Homens Sem Rosto em Braavos, Daenerys Targaryen sofre no Mar Dothraki e Cersei Lannister é humilhada na caminhada de penitência em Porto Real.

Mas os fãs de "Game of Thrones" vão ter que esperar mais um pouco. "Os Ventos do Inverno", sexto livro da série, estava previsto para ser lançado em 2014 -e depois em 2018-, mas foi adiado e ainda não tem previsão de chegar às livrarias. E como "Fogo & Sangue" ainda deixa 150 anos de história dos Targaryen de fora, não seria surpresa se uma sequência direta viesse antes da conclusão de "As Crônicas de Gelo e Fogo".