PUBLICIDADE
Topo

Como "God's Plan", de Drake, se tornou a música mais consumida de 2018

O rapper Drake durante show em 2016 - Christopher Polk/Getty Images
O rapper Drake durante show em 2016
Imagem: Christopher Polk/Getty Images

Osmar Portilho

Do UOL, em São Paulo

29/11/2018 04h00

Falta ainda pouco mais de um mês para o fim de 2018, mas o trono é dele: Drake. Além de lançar o elogiado álbum "Scorpion", a faixa de abertura "God's Plan" se tornou a faixa mais consumida do ano segundo levantamento feito pela Variety através da plataforma BuzzAngle, que fez um estudo para descobrir qual foi a música mais tocada de 2018 compilando todos os dados em relação ao consumo de música no ano.

Usando a metodologia do levantamento, a música do rapper canadense apareceu no topo com 5,5 milhões de pontos. O número é bem superior ao segundo colocado, "Psycho", de Post Malone, com 3,1 milhões, e de "Sad!", de XXXTentacion, que completa o pódio com 2,5 milhões de pontos.

Para entender o tamanho desse fenômeno, dois números retratam bem a força de "God's Plan": são 885 milhões de visualizações no YouTube e 1,1 bilhões de plays no Spotify.

"Era muito claro o que tínhamos. Nós sabíamos que essa música tinha que ser lançada", disse Noah "40" Shebib, produtor que trabalha há muito tempo com Drake e um dos creditados na faixa ao lado de Cardo, Yung Exclusive e Boi-1da, ao site da Variety.

Parte da engenhosidade por trás de "God's Plan" está em sua letra, recheada de frases que criam identificação rápida com o público do pop e rap. Trechos como "Eu só amo minha cama e minha mãe, sinto muito" rapidamente foram replicadas nas redes sociais. E Drake é um artista que sempre caiu nas graças do público da internet como centro de memes ou na reprodução de virais. Afinal, quem nunca o viu nas montagens com frames de "Hotline Bling" ou tentou refazer a dança fora do carro no "Keke Challenge".

Falando em clipe...

O vídeo de "God's Plan" tem participação fundamental na criação desse fenômeno da música. "O clipe foi um momento especial para todos nós. E possivelmente foi muito mais real do que a maioria pode compreender", afirmou Shebib.

O clipe mostra Drake doando o valor de US$ 996,631 em uma série de segmentos de um bairro humilde de Miami. O rapper distribui dinheiro na rua, paga contas no supermercado e chega a dar US$ 50 mil em uma bolsa de estudo para uma estudante. "Não conte para a gravadora", diz o vídeo justificando que a quantia era destinada como orçamento para o cilpe.

"Esse é o melhor vídeo que já assisti. Simples e bonito. Eu fico feliz que Drake seja uma pessoa generosa. Obrigada", diz um dos comentários no vídeo com mais de 2 mil votos de aprovação.

LEIA MAIS:

Drake S.A.

O rapper canadense obviamente não está sozinho nesta empreitada. Na gravadora Republic, parte da Universal, conta com uma equipe destacada para negócios digitais e marketing.

Uma das estratégias adotadas em seu último trabalho, "Scorpion", se deu através de uma série de eventos online, incluindo um domínio massivo da plataforma Spotify, onde o álbum foi capa de mais de 100 playlists. Além de "God's Plan", "In My Feelings" e "Nice for What" esteve no topo das paradas durante mais de 150 dias no ano.

"As músicas precisam de uma razão para existir. 'God's Plan' tinha que ser assim", completou o Shebib.