PUBLICIDADE
Topo

Nu frontal de ator menor de idade causa disputa entre Netflix e diretor

Cena de "Girl" - Divulgação
Cena de "Girl" Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

25/11/2018 04h00

O filme "Girl", do diretor belga Lukas Dhont, causou polêmica nos bastidores da Netflix antes mesmo de ser lançado no serviço de streaming.

Segundo o próprio cineasta, a plataforma quis cortar uma cena do filme, premiado no Festival de Cannes deste ano e candidato da Bélgica ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2019. Nela, o protagonista Victor Polster, que tinha quinze anos na época das filmagens, aparece completamente nu.

"Girl" conta a história de uma adolescente transgênero (Polster), que sonha em se tornar bailarina. Dhont contou sobre a polêmica durante entrevista com um jornal europeu, mas mais tarde remendou a história com um comunicado oficial ao "The Hollywood Reporter".

"Nós, como cineastas, tivemos discussões internas com a Netflix, em que conversamos sobre a forma como o material em 'Girl' poderia ser recebido fora da Europa. A plataforma nos deu a opção de editar o filme, e o processo todo foi um diálogo, com as nossas vozes prevalecendo", escreveu.

Dhont ainda garantiu, no comunicado, que no fim das contas a versão de "Girl" que será vista na Netflix é a mesma que foi exibida em Cannes. O filme ainda não tem uma data de estreia definida no serviço de streaming.