PUBLICIDADE
Topo

MC Sapão relembra prisão: "Experiência divisora de águas"

MC Sapão canta em participação especial na "Malhação" - Divulgaçõ/TV Globo
MC Sapão canta em participação especial na "Malhação" Imagem: Divulgaçõ/TV Globo

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

21/11/2018 07h00

MC Sapão recordou no "The Noite" de terça-feira (20) o período em que esteve preso. O funkeiro afirma que o tipo de letra que compunha na época motivou a decisão de enquadra-lo por apologia às drogas.

"Na minha época, quando se falava de comunidade e o que se via, era visto como criminalidade. Eu falava que no Complexo do Alemão tinha isso, tinha aquilo, tráfico, que o bandido compra gás de cozinha e uma caixa de remédio. Fui parar na prisão por apologia, mas fui absolvido, é importante lembrar que fui absolvido", ressalta.

"Hoje vejo no mercado internacional músicas que falam disso de forma bem mais desafiadora", afirma, acreditando ter havido um lado bom. "O país hoje está mais informatizado, tolerante à verdade. De uma passado recente para cá, vejo que foi uma forma de as pessoas me conhecerem artisticamente".

No período atrás das grades, Sapão conseguiu criar. "Eu consegui autorização da Justiça para gravar, e gravei uma música que pedia perdão para minha mãe e prometia que usaria meu dom para coisas boas", lembra, referindo-se a "Eu Sei Cantar".

O cantor comenta o que tirou disso. "Foi uma experiência divisora de águas. Pude viver um lado obscuro, passei a dar muito mais valor à vida, às coisas certas. Meus filhos se amarram quando conto essa histórias para eles, entendem perfeitamente. Foi muito bom nesse sentido".

Sapão ainda brinca sobre os cerca de 50 kg que chegou a perder. "Tem que parar de comer e fumar. Erva dá larica. Agora no auge dos 40 anos estou tentando virar fitness", ensina.