PUBLICIDADE
Topo

Jamie Dornan sobre "50 Tons de Cinza": "Nunca mais farei algo parecido"

Jamie Dornan em cena de "50 Tons de Cinza" - Reprodução
Jamie Dornan em cena de "50 Tons de Cinza" Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

21/11/2018 13h01

Jamie Dornan tem certeza de que nunca mais vai fazer algo semelhante a "50 Tons de Cinza" em sua carreira. O ator, que interpretou o protagonista Christian Grey nos três filmes adaptados dos livros de E.L. James, descreve a experiência como "completamente doida" em entrevista ao Vulture.

Dornan nega que o fim da franquia marque uma "nova fase" em sua carreira. "Os filmes são percebidos da forma como são percebidos, não tenho controle sobre isso. Eles fizeram muito dinheiro, e como filmes de estúdio, são bem únicos", comentou.

"Eu falo por mim mesmo, e falo por Dakota [Johnson] também, quando digo que é só mais um trabalho. Eu nunca mais farei algo desse tipo, com tanta atenção da opinião pública. E estou feliz com isso! De um ponto de vista prático, estou apenas dando o próximo passo", continuou.

"Mas escute, o filme nos deu tanta coisa. O trabalho que eu tenho feito agora está muito longe do que fiz naqueles filmes, mas não foi por escolha. Estou apenas seguindo em frente, tentando fazer o meu melhor trabalho", disse ainda.

Dornan ainda citou que carrega boas memórias da saga. "Foi tudo tão grande, em escala e recepção. Ainda há muita gente por aí que ama esta saga. Como uma experiência de vida, fico feliz que pude passar por isso", definiu.

"Por outro lado, às vezes me pego pensando, e parece que nada disso aconteceu? É uma coisa que eu filmei, e depois segui em frente. Para os fãs, aquilo consome o seu tempo e eles ficam esperando pelo próximo. Para Dakota e para mim, era só algo que filmávamos por um tempo, e promovíamos por um tempo", comentou ainda.

Os três filmes da franquia "50 Tons de Cinza" foram lançados entre 2015 e 2018, e arrecadaram mais de US$ 1,3 bilhão ao redor do mundo.