PUBLICIDADE
Topo

Sem regalias, rapper 6ix9ine divide cela comum em presídio considerado perigoso

O rapper Tekashi 6ix9ine, com seu visual bem autêntico - Reprodução/Instagram
O rapper Tekashi 6ix9ine, com seu visual bem autêntico Imagem: Reprodução/Instagram

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

20/11/2018 21h38

O rapper 6ix9ine  - que se diz o mais odiado da cena no momento - não está recebendo tratamento especial enquanto aguarda seu julgamento, informou o TMZ.

O advogado do cantor, Lance Lazzaro, afirmou ao site que está em uma cela comum no Metropolitan  Detention  Center, no Brooklyn (EUA), em vez de ficar em ala separada.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos define o presídio como "extremamente perigoso, violento e propenso a fugas".

Procuradores ainda reiteraram nesta semana, antes do rapper ser detido pela agentes federais, que 6ix9ine tem sido perseguido por ex-integrantes da sua equipe, que foram acusados pelo cantor de se virarem contra ele.

Preso mais uma vez, agora ele enfrenta acusações graves, que renderam até uma negativa em relação a um pedido de fiança para que acompanhe o processo em liberdade.

De acordo com a revista "Rolling Stone", as acusações implicam que ele pode cumprir de 32 anos a prisão perpétua, caso seja condenado.

O rapper foi preso na noite do domingo (18) por agentes federais norte-americanos, sob acusações de extorsão.

TMZ citou que, dada a gravidade da acusação, 6ix9ine possa cumprir pena de prisão. O rapper foi preso juntamente com três ex-membros de sua equipe de empresários, que ele havia demitido na semana passada.