PUBLICIDADE
Topo

"House of Cards" perde audiência mas atrai mais mulheres na temporada final

Claire Underwood (Robin Wright) na Casa Branca em "House of Cards" - Divulgação
Claire Underwood (Robin Wright) na Casa Branca em "House of Cards" Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

19/11/2018 14h45

"House of Cards" perdeu alguns espectadores em sua temporada final, mas atraiu mais mulheres para assistir à história de Claire Underwood (Robin Wright). A "Variety" repercutiu nesta segunda-feira (19) os números divulgados pela empresa de medição de audiência Nielsen.

Segundo eles, 2.9 milhões de usuários nos EUA assistiram ao menos o primeiro episódio da sexta temporada desde o seu lançamento. Na mesma janela após o lançamento da quinta temporada, em torno de 4.4 milhões de espectadores haviam apertado o play no capítulo de estreia.

Enquanto isso, 1.5 milhões de usuários da Netflix já assistiram à temporada final completa, uma queda bem mais sutil. Na quinta temporada, 1.9 milhões de espectadores devoraram a totalidade dos episódios em pouco tempo.

A análise também indica que a audiência da sexta temporada de "House of Cards" se tornou mais feminina e mais velha de uma temporada para a outra. 54% dos espectadores até agora são mulheres, contra 44% no mesmo período da quinta temporada.

Enquanto isso, 27% daqueles que assistiram à sexta temporada tem mais de 50 anos de idade, enquanto apenas 22% estão na faixa dos 18 aos 34 anos, visada pela maioria dos anunciantes na TV americana.

Embora tenha lançado a Netflix como produtora de conteúdo em 2013, "House of Cards" sempre ficou um pouco atrás de outros títulos da plataforma em número de espectadores, como "Stranger Things" (15.8 milhões na segunda temporada) e "Orange is the New Black" (5.3 milhões na sexta temporada).

A sexta e última temporada de "House of Cards" revelou que o protagonista Frank Underwood (Kevin Spacey) morreu no intervalo desde o final do quinto ano, deixando sua mulher, Claire, como presidente dos EUA. Spacey foi afastado da série após acusações de assédio sexual.