PUBLICIDADE
Topo

Ex-baixista do Ramones desmaia em show no Rio e apresentação é suspensa

C.J. Ramone se apresenta no Teatro Odisseia, no Rio de Janeiro - Dimitri Chiesse/Divulgação
C.J. Ramone se apresenta no Teatro Odisseia, no Rio de Janeiro Imagem: Dimitri Chiesse/Divulgação

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

15/11/2018 12h44

O ex-baixista do Ramones, C.J. Ramone, desmaiou no palco do Teatro Odisseia na madrugada desta quinta-feira (15), no Rio de Janeiro. O artista ficou desacordado por aproximadamente cinco minutos e a apresentação foi cancelada.

Setlist do show de C.J. Ramone no Teatro Odisseia, no Rio de Janeiro - Dimitri Chiesse/Divulgação - Dimitri Chiesse/Divulgação
Setlist do show de C.J. Ramone no Teatro Odisseia, no Rio
Imagem: Dimitri Chiesse/Divulgação
A assessoria do show que C.J. fará em São Paulo disse ao UOL que o motivo do desmaio foi o forte calor que fazia no local. Após o desmaio, C.J. foi levado imediatamente para um hospital e liberado em seguida. Ele passa bem e as próximas apresentações pelo país estão confirmadas, inclusive a desta quinta-feira (15), em Brasília. Ele ainda tem shows marcados ainda para Porto Alegre (16), São Paulo (17) e Santos (18).

Antes de desmaiar, C.J. tocou aproximadamente 40 minutos, mais ou menos metade do setlist programado. Ironicamente, ele desmaiou no momento em que cantava "Three Angels", música feita em homenagem aos três amigos e ex-Ramones que já morreram: Joey, Johnny e Dee Dee.

O produtor cultural Xan Braz, que estava no show, relatou ao UOL que foram cinco minutos de tensão até que ele voltasse a si. Para Xan, C.J. tocaria em qualquer condição, mesmo sob forte calor. "Estava muito quente. O ar condicionado não estava dando conta", disse. Xan lembrou do show dos Ramones que assistiu em 1992, quando C.J. e a banda continuaram tocando mesmo quando uma bomba de gás lacrimogêneo estourou dentro do Canecão. "Naquela época, eles voltaram ao palco logo depois".

No show desta madrugada, C.J. Ramone não teve condições de voltar a tocar. O fã Dimitri Chiesse presenciou tudo bem de perto. Ele estava embaixo do palco na hora que C.J. desmaiou. "Ele foi falar com o guitarrista e caiu em cima dele. Os colegas dele perceberam na hora que algo estava errado e pararam a apresentação. Alguém foi até o microfone e chamou por 'doctor'. Como eu estava muito perto, também ajudei a abanar".

Enquanto ficou caído no palco, C.J. foi auxiliado pelos roadies, que molharam seu rosto e pediram para as pessoas darem espaço para ele respirar. "Achei que ele tivesse morrido, mas ficamos aliviados quando ele se levantou, sentou perto da bateria e depois saiu caminhando para o camarim. Não tinha como o show continuar", disse Dimitri.